Política / Justiça

Presidente do TJ abre VII Encontro de Psicólogos e Assistentes Sociais de MS

O presidente do Tribunal de Justiça de MS, Des. Hildebrando Coelho Neto, realizou na manhã desta segunda-feira (23), no plenário do Tribunal Pleno, a abertura do VII Encontro Estadual de Psicólogos e Assistentes Sociais do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul. Em seu discurso, o presidente desejou êxito a todos no encontro, que mostra […]

Arquivo Publicado em 24/07/2012, às 12h27

None

O presidente do Tribunal de Justiça de MS, Des. Hildebrando Coelho Neto, realizou na manhã desta segunda-feira (23), no plenário do Tribunal Pleno, a abertura do VII Encontro Estadual de Psicólogos e Assistentes Sociais do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul. Em seu discurso, o presidente desejou êxito a todos no encontro, que mostra a importância de conhecer a alma humana. “O judiciário se preocupa com este estudo da alma, porque sem a saúde da alma o nosso corpo físico padece também. A doença do físico é o reflexo da alma”, destacou.


Realizado pela Escola Judicial do Estado de Mato Grosso do Sul (EJUD) e a Corregedoria-Geral de Justiça, por meio da Coordenadoria de Serviço Psicossocial, o encontro se estende até quarta-feira (25).


Após a abertura oficial do evento, que contou com a participação dos juízes Alexandre Antunes da Silva, auxiliar da Presidência, e César Castilho Marques, auxiliar da Corregedoria-Geral de Justiça, o Des. Arnoldo Camanho de Assis (TJDFT) discorreu sobre a Relevância do Estudo Psicossocial para o Judiciário.


Ele demonstrou que o trabalho em equipe interdisciplinar é muito importante para a Justiça, uma vez que a intervenção técnica adentra questões que fogem à esfera do Direito, mas que se mostram relevantes para o destino final do processo. A palestra foi transmitida por videoconferência, permitindo a participação dos magistrados que atuam nas comarcas do interior.


As demais programações do evento serão realizadas no Hotel Concord, em Campo Grande. O encontro é relevante para o aperfeiçoamento do trabalho da equipe psicossocial, responsável por fornecer, por meio de estudos específicos da ciência de sua formação, relatórios, laudos e pareceres, que irão subsidiar os magistrados em suas decisões.


Outro a participar do evento é o professor Leandro da Fonte Feix, profissional experiente na tomada de depoimento de crianças e adolescentes na Justiça brasileira. Ele falará sobre Técnicas de Entrevista Investigativa, um método menos invasivo para ouvir crianças e adolescentes vítimas ou testemunhas de violência sexual.


O tema mostra-se essencial na capacitação da equipe interprofissional, pois serão utilizadas técnicas de entrevista cientificamente fundamentadas para a oitiva de testemunhas e vítimas. O objetivo é apresentar os atuais conhecimentos científicos que fundamentam as técnicas de coleta de testemunho.


Também será palestrante o consultor Luciano Coppini, que possui grande experiência em treinamento e desenvolvimento de pessoas. Ele abordará temas voltados para o sucesso da equipe interprofissional e o dinamismo nas informações compartilhadas. E, por fim, o professor Hélio Arakaki fará a sensibilização dos participantes, integrando e consolidando o espírito cooperativo.

Jornal Midiamax