Política / Justiça

Presidente cassada do CRMV/MS diz ser vítima de injustiça do Conselho Federal

Três dias após a cassação do mandato da presidente Sibele Luzia de Souza Cação, do CRMV/MS (Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul), publicada no Diário Oficial da União, ela se manifestou por meio das redes sociais, acreditando ser injustiçada e perseguida, principalmente por ter ideologias diferentes do Conselho Federal da Categoria. […]

Arquivo Publicado em 21/12/2012, às 15h14

None
195322007.jpg

Três dias após a cassação do mandato da presidente Sibele Luzia de Souza Cação, do CRMV/MS (Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul), publicada no Diário Oficial da União, ela se manifestou por meio das redes sociais, acreditando ser injustiçada e perseguida, principalmente por ter ideologias diferentes do Conselho Federal da Categoria.


Veja a nota na íntegra:


”Em relação à cassação do meu mandato, acredito que o CFMV tenha cometido um grande equívoco e que esteja havendo uma perseguição política em relação a mim pelo Presidente do CFMV, pois é fato que temos discordâncias ideológicas referentes ao sistema CFMV/CRMVs…”


”Sinto-me injustiçada e por isso estou tomando todas as providências para me defender judicialmente. Em meus pronunciamentos acerca da leishmaniose, sempre busquei informar CORRETAMENTE a sociedade sobre as formas de transmissão, prevenção e controle, afirmando que é necessário que o Poder Público tenha ações mais efetivas para tirar a leishmaniose da classificação de zoonose negligenciada…”


”Sobre o tratamento, falei apenas a verdade, fruto de conhecimento que adquiri ao longo de anos de estudos e participação em Seminários, Simpósios, Palestras, Fóruns e Congressos. Os incomodados com as verdades ditas, à época do caso Scooby, resolveram me denunciar anonimamente ao Ministério Público Federal alegando que eu estaria causando grandes prejuízos à saúde pública da população campo-grandense…”


”O MPF fez questionamentos ao CFMV que por sua vez resolveu abrir inquérito administrativo para apurar o desvio de minha conduta enquanto Presidente do CRMV/MS, o que resultou nessa cassação…”


”Em decorrência disso e prevendo uma ação judicial futura para minha defesa, fui pessoalmente conversar com o Prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, no início do mês passado, quando solicitei a guarda definitiva do Scooby, pois o mesmo é importante instrumento de provas, através de exames, perícias e laudos, a serem solicitados pelo MPF ou pela justiça…”


Ele prontamente CONCORDOU em dar-me a guarda definitiva do Scooby, que ainda estava em tratamento, aguardando para a formalização, apenas os resultados finais do seu tratamento. Nesta segunda-feira, o relatório final do tratamento do Scooby foi entregue pessoalmente ao Prefeito, pela veterinária responsável pelo tratamento, onde foi demonstrada a eficácia do tratamento com todos os exames normais, inclusive pesquisa de parasita negativo…”


”Somente a sorologia ainda permanece reagente, o que é considerado normal pelos especialistas, que afirmam que a sorologia pode levar meses para negativar. Procurei o Prefeito para oficializarmos a guarda definitiva. Ontem tive a notícia de que o cão deveria ser devolvido ao CCZ e que eu deveria solicitar a adoção do Scooby para a Coordenadora do CCZ…”


”De fato, o Scooby foi entregue ao CCZ na noite de ontem, 19/12/12, com a minha presença testemunhal, tendo sido entregue à Dra. Ana Paula, veterinária de plantão, para ficar sob a responsabilidade da Dra. Iara…”


Foi dito que novos exames deveriam ser realizados no Scooby. Hoje, protocolei no CCZ a solicitação da adoção do Scooby, solicitando ainda que o cão não fosse eutanasiado e nem sofresse qualquer tipo de intervenção que pudesse por em risco sua integridade física. Também deixei claro, na solicitação de adoção, que uma cópia da mesma seria protocolada no Ministério Público Federal…”


Estou agora no aguardo da formalização dessa adoção, pois o cão está desde hoje sem medicação, o que pode fazer sua ótima recuperação regredir. Esperemos que o Prefeito mantenha a sua palavra!

Jornal Midiamax