Política / Justiça

Pecuarista que move ação na Justiça contra 20 famílias sofre atentado

O pecuarista Antonio Fancelli, de 65 anos, que move ações judiciais contra 20 famílias, em Caarapó, sofreu um suposto atentado ontem (6), na rua Mário Balestieri, próximo ao Ginásio de Esportes. De acordo com o site de notícias local, o pecuarista está na Justiça contra as famílias devido a um impasse sobre um loteamento que […]

Arquivo Publicado em 07/03/2012, às 11h13

None

O pecuarista Antonio Fancelli, de 65 anos, que move ações judiciais contra 20 famílias, em Caarapó, sofreu um suposto atentado ontem (6), na rua Mário Balestieri, próximo ao Ginásio de Esportes.

De acordo com o site de notícias local, o pecuarista está na Justiça contra as famílias devido a um impasse sobre um loteamento que seria de sua propriedade e que, segundo ele, teria sido invadido por essas pessoas.

O crime aconteceu quando Fancelli e dois oficiais de justiça saíam do endereço onde foram cumprir um mandado de reintegração de posse. Segundo o site, após a saída dos oficiais, um motociclista teria se aproximado e atirado três vezes contra o homem. Um dos tiros acertou sua caminhonete Toyota/Hilux.

O pecuarista ainda teria conseguido entrar em luta corporal com o motociclista, que fugiu no momento em que viu uma viatura da Polícia Militar. Porém, algumas horas depois foi preso.

Conforme a Polícia Civil, o suposto assassino foi identificado como Carlos Alberto Soares da Silva. Ele é caminhoneiro e tem diversas passagens na polícia, entre elas por tentativa de homicídio.

No local, foi encontrada uma cápsula deflagrada e um carregador com 12 munições intactas.

Essa é a segunda vez que a vítima sofre suposto atentado. O caso é investigado na Polícia Civil da cidade.

Jornal Midiamax