Política / Justiça

Justiça leiloa veículos em Ponta Porã na segunda-feira

Está marcado para a próxima segunda-feira, dia 17 de dezembro, o leilão de veículos de propriedade do Fundo Nacional Antidrogas (FUNAD) de bens apreendidos sendo utilizados pelo tráfico de drogas. O leilão será realizado no Centro Internacional de Convenções Miguel Gomez, em Ponta Porã, a partir das 9 horas. Poderá participar do leilão qualquer cidadão […]

Arquivo Publicado em 16/12/2012, às 12h34

None

Está marcado para a próxima segunda-feira, dia 17 de dezembro, o leilão de veículos de propriedade do Fundo Nacional Antidrogas (FUNAD) de bens apreendidos sendo utilizados pelo tráfico de drogas. O leilão será realizado no Centro Internacional de Convenções Miguel Gomez, em Ponta Porã, a partir das 9 horas.


Poderá participar do leilão qualquer cidadão ou pessoa jurídica, os quais deverão apresentar necessariamente seus documentos de identificação. Dentre os bens a serem leiloados encontram-se sucatas e automóveis em plenas condições de uso. Ao todo, serão disponibilizados 138 lotes.


Dentre os veículos está uma pick-up Montana, cor vermelha, ano 2010, com lance inicial de R$ 8.000,00. Também será leiloado um Palio Fire Economy, preto, ano 2010, com lance inicial de R$ 5.000,00. Há também uma Hilux CD 4×4 SRV, diesel, cor prata, ano 2005, com lance inicial de R$ 15.000,00. Uma Saveiro 1.6, preta, ano 2008, com lance inicial de R$ 5.000,00 e um Fox, cor preta, ano 2007, também com lance inicial de R$ 5.000,00. Há ainda um Golf, prata, ano 2005, com lance inicial de R$ 3.500,00.


Além de carros de passeio e utilitários, serão leiloados também motocicletas e caminhões. Há ainda carros mais antigos com lances iniciais de R$ 2.000,00 e R$ 3.000,00, dentre outros valores. As sucatas de automóveis partem de lances R$ 200,00 e R$ 300,00.


Atualmente está à frente da Comissão Especial de Licitação o juiz Albino Coimbra Neto. A Comissão de Licitação estava sob a coordenação do Des. Vladimir Abreu da Silva e, após um período sem nenhum representante do judiciário, desde março voltou para as mãos de um magistrado da Justiça Estadual. O foco dos trabalhos, destaca o juiz Albino Neto, é dar continuidade ao que já vinha sendo feito, que é a realização de leilões com maior frequência.


Parte do valor arrecadado com a realização de leilões (20%) é encaminhada para o Tribunal de Justiça que aplica o valor no combate ao crime organizado. Com os recursos é possível, por exemplo, custear a blindagem dos carros utilizados por juízes que atuam justamente em casos de tráfico de drogas e crime organizado.


Confira a relação completa dos lotes a serem leiloados no Diário Oficial do Estado do dia 3 de dezembro de 2012, a partir da página 52.

Jornal Midiamax