Política / Justiça

Justiça Itinerante atende mais de 4 mil pessoas no mês de julho

Percorrendo 17 bairros na Capital, as Unidades Móveis da Vara do Juizado Especial – Justiça Itinerante e Comunitária atendeu 4.245 pessoas durante o mês de julho, entre 3.327 atendimentos e orientações jurídicas e 918 ações. As duas unidades da Justiça Itinerante atenderam ao público que busca resolver, conciliar, processar e julgar causas cíveis de menor […]

Arquivo Publicado em 30/08/2012, às 11h48

None
1202314047.jpg

Percorrendo 17 bairros na Capital, as Unidades Móveis da Vara do Juizado Especial – Justiça Itinerante e Comunitária atendeu 4.245 pessoas durante o mês de julho, entre 3.327 atendimentos e orientações jurídicas e 918 ações. As duas unidades da Justiça Itinerante atenderam ao público que busca resolver, conciliar, processar e julgar causas cíveis de menor complexidade cujo valor não exceda 40 salários mínimos.


A Unidade Móvel I – Unaes atendeu os bairros Alves Pereira, Moreninhas, São Conrado/Santa Emilia, Universitário/Campina Verde, Vila Nasser, Vila Piratininga e Vila Popular. A Unidade móvel II – Banco do Brasil/UCDB atendeu os bairros Aero Rancho, Coophavila II, Coronel Antonino, Dom Antônio Barbosa, Estrela Dalva, Macaúbas/Canguru/Mário Covas/Centro-Oeste, Nova Lima, Santo Amaro/Vila Almeida, Silvia Regina e Tiradentes/Rita Vieira.


No relatório total de atendimentos, os bairros com maior número de procura da população foram o São Conrado, com 525 atendimentos, o Piratininga com 520 e o Nova Lima com 263.


No bairro Piratininga foi registrado o maior número de casamentos oficializados na Justiça Itinerante no último mês, com um total de 62 atendimentos. Em comparação com o número total de pedidos de divórcios, o número de casamentos supera em mais de 58%.


Muitos pais procuraram as Unidades nos bairros, tanto para requerer a guarda dos filhos, quanto para pedir a investigação de paternidade. De acordo com o relatório, cerca de 22 pais entraram com ação de guarda e 24 pediram a investigação de paternidade. Não foram registrados ações com pedidos de reconhecimento de maternidade, mas de paternidade 5 pessoas entraram com ação na Justiça Itinerante.


Em um total de ações feitas, os bairros que se destacaram com grande procura da população, foram o Universitário, registrando 127 e o Piratininga, com 142 atendimentos nas Unidades.


A Justiça Itinerante e Comunitária se destaca por atender a população nas Unidades Móveis toda a semana, oferecendo diversos serviços jurídicos gratuitos de um modo ágil e de qualidade nos bairros da Capital.

Jornal Midiamax