Política / Justiça

Foragido da Justiça tenta ferir policial, acaba baleado e morre

Um homem de 30 anos com vários registros policiais, foragido da justiça e com três mandados de prisão em aberto foi morto por volta das 00h05 desta terça-feira (25), em uma pousada no Bairro Dom Bosco, em Corumbá, após tentar atentar contra a vida de um policial do serviço de inteligência do 6º BPM (Batalhão da […]

Arquivo Publicado em 25/12/2012, às 15h35

None

Um homem de 30 anos com vários registros policiais, foragido da justiça e com três mandados de prisão em aberto foi morto por volta das 00h05 desta terça-feira (25), em uma pousada no Bairro Dom Bosco, em Corumbá, após tentar atentar contra a vida de um policial do serviço de inteligência do 6º BPM (Batalhão da Polícia Militar).

Após levar um tiro no abdômen, o homem foi socorrido com vida até o pronto socorro de Corumbá, mas não resistiu ao ferimento e morreu. A Polícia Militar foi informada por volta das 23h40 que o foragido considerado de alta periculosidade estaria em uma confraternização em frente a uma pousada na Alameda Argentina, no Bairro Dom Bosco.

Depois de confirmar a informação, o oficial de serviço juntamente com as guarnições da Getam (Força Tática e do Grupamento Especializado Tático de Motos) e do serviço de inteligência foi para o local. Ao avistar a primeira motocicleta do Getam o acusado empreendeu fuga para o interior da pousada, onde foi seguido por um policial.

No interior da pousada, o policial abordou o acusado em uma escada segurando-o pela camisa. Mas o autor escorregou e partiu para cima do policial utilizando um objeto cortante. Enquanto o autor tentava cortá-lo, o policial lutava para mobilizá-lo, com o intuito de preservar sua integridade física e impedir a fuga.

Diante da situação, em apoio, outro policial entrou na pousada. Ao perceber que não tinha como se aproximar mais sem colocar a vida do militar e das demais pessoas em risco, ele efetuou um disparo de arma de fogo atingindo o homem na região do abdômen.

Procurado

O homem era procurado pelas policias do Brasil e da Bolívia por envolvimento em diversos roubos ocorridos na região. Em 2011, em companhia de dois comparsas ele invadiu uma residência na rua América próximo a Major Gama no centro de Corumbá, e após fazer uma família refém fugiu levando três mostruários de jóias e um veículo. Atualmente, havia denúncias de que ele estava na Bolívia, onde teria participação em roubos de veículos e no assalto a um banco. Em novembro de 2011 ele fugiu do hospital, onde estava internado.

(Com informações do 6°BPM)

Jornal Midiamax