Política / Justiça

Justiça proíbe descontos aos trabalhadores em greve dos Correios

O Sindicato de João Pessoa (PB), conseguiu liminar, através de uma ação civil pública, contra o desconto dos dias parados dos trabalhadores que aderiram a greve dos Correios. Na sentença em favor dos trabalhadores, o juiz determina que” A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT, se abstenha de efetuar descontos junto ao salário […]

Arquivo Publicado em 26/09/2011, às 19h55

None

O Sindicato de João Pessoa (PB), conseguiu liminar, através de uma ação civil pública, contra o desconto dos dias parados dos trabalhadores que aderiram a greve dos Correios.

Na sentença em favor dos trabalhadores, o juiz determina que” A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT, se abstenha de efetuar descontos junto ao salário dos trabalhadores em razão da greve, refazendo as folhas de pagamento a fim de que sejam desfeitos os descontos ilegais, sob pena de multa R$ 300 mil ao fundo de amparo ao trabalhador”.

Determinou também a devolução imediata dos valores caso já tenham sido descontados, conforme aparece nos contracheques postados na intranet da Empresa.

O Sindicato do Rio já entrou com ação similar pedindo a suspensão dos descontos. Ainda hoje o Secretário Geral do Sintect/RJ, o coordenador da CTB Correios, Marcos Santáguida, o Presidente Estadual da CTB do Rio, Maurício Ramos, se reunirão em São Paulo com o Presidente Nacional da CTB,e o Secretário Geral do Sintect São Paulo, em busca da abertura de um canal de negociação para a greve em andamento. Amanhã nova assembléia está marcada para as 11 hs no Centro da capital do Rio de Janeiro.

Jornal Midiamax