Política / Justiça

Justiça Estadual de Sete Quedas promove Leilão a partir de quinta-feira

Fazenda de 776 hectares, instalações para posto de combustível, entre outros, serão disputados com lances iniciais abaixo do valor avaliado na segunda data do leilão. O Leilão da Justiça Estadual de Sete Quedas está agendado para os dias 1 e 12 de dezembro, às 14h, no Fórum. O pregão deve atrair muitos interessados devido aos bens […]

Arquivo Publicado em 30/11/2011, às 10h42

None

Fazenda de 776 hectares, instalações para posto de combustível, entre outros, serão disputados com lances iniciais abaixo do valor avaliado na segunda data do leilão.

O Leilão da Justiça Estadual de Sete Quedas está agendado para os dias 1 e 12 de dezembro, às 14h, no Fórum. O pregão deve atrair muitos interessados devido aos bens oferecidos: fazenda de 776 hectares com construção e curral, confrontando três córregos, avaliada em R$ 5.823.375,00 com lance mínimo de R$ 3.494.025,00, instalações para posto de combustível na Rua Castro Alves com Av. Internacional avaliado em R$ 260.000,00 com lance mínimo de R$ 156.000,00, além de construções urbanas, terrenos, e outros bens. Como resultado, a Justiça espera que todos os lotes sejam arrematados e consequentemente, os processos sejam resolvidos.


A Leilões Judiciais Serrano, organizadora do evento, também aposta no sucesso das arrematações. Todos os lotes e os detalhes podem ser vistos no site www.leiloesjudiciais.com.br.


A Leilões Judiciais Serrano® enfatiza a importância dos interessados visitarem os imóveis, garantindo maior segurança no fechamento do negócio. Em caso de dúvidas, a Leilões Judiciais Serrano presta exclusivo atendimento pelo 0800-707-9272 de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 19h, sábados, domingos e feriados, das 9h30 às 17h.


Para participar o interessado deve comparecer no dia e horário marcado no Fórum, Av. Monteiro Lobato, 629, Centro, Sete Quedas/MS. No caso pessoa física deve estar munida dos documentos pessoais, e pessoa jurídica, contrato social com procuração. Os bens poderão ser parcelados, por valor não inferior ao da avaliação, mediante proposta por escrito, com sinal de 30%.

Jornal Midiamax