Política / Justiça

Estagiário diz que foi demitido e humilhado por ministro do STJ

O estudante Marco Paulo dos Santos, 24 anos, afirmou que foi demitido e humilhado por Ari Pargendler, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), onde era estagiário. Marco, em relato do caso à rádio CBN, disse que se dirigiu a um caixa eletrônico do STJ, que era usado no momento por Pargendler. O estudante – […]

Arquivo Publicado em 23/10/2010, às 12h44

None

O estudante Marco Paulo dos Santos, 24 anos, afirmou que foi demitido e humilhado por Ari Pargendler, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), onde era estagiário. Marco, em relato do caso à rádio CBN, disse que se dirigiu a um caixa eletrônico do STJ, que era usado no momento por Pargendler.


O estudante – que não conhecia o ministro pessoalmente – disse ter parado na fila, atrás da linha amarela, quando Pargendler teria se sentido incomodado pela proximidade e teria se virado e começado a gritar com Marco.


O estagiário reagiu argumentando estar onde era permitido, esperando que Pargendler se acalmasse. Pargendler teria afirmado “Sou Ari Pargendler, presidente do STJ, e você está demitido.”


Pargendler teria inclusive mexido no crachá do estagiário para descobrir o seu nome. Quando Paulo voltou à seção onde trabalhava, descobriu que estava realmente demitido.


Paulo registrou queixa na Polícia Civil, a qual não tem competência para julgar casos envolvendo autoridades com foro privilegiado. O caso será avaliado pelo Supremo Tribunal Federal.


Procurado pela reportagem da CBN, o ministro disse, por meio da assessoria de imprensa, que só se pronunciará sobre o caso na segunda-feira.

Jornal Midiamax