Política / Justiça

Dez desembargadores interpelam Rigo no TJ-MS

Dez dos 30 desembargadores do TJ-MS (Tribunal de Justiça) de Mato Grosso do Sul interpelaram judicialmente o deputado estadual Ary Rigo, do PSDB. O parlamentar, sem saber que o que falava era registrado em vídeo, disse que parte do dinheiro da Assembleia Legislativa era entregue a corte estadual em troca de favores. A gravação corre […]

Arquivo Publicado em 23/09/2010, às 20h40

None

Dez dos 30 desembargadores do TJ-MS (Tribunal de Justiça) de Mato Grosso do Sul interpelaram judicialmente o deputado estadual Ary Rigo, do PSDB.

O parlamentar, sem saber que o que falava era registrado em vídeo, disse que parte do dinheiro da Assembleia Legislativa era entregue a corte estadual em troca de favores. A gravação corre no You Tube desde anteontem e virou destaque na mídia estadual e nacional.

A interpelação criminal, movida pelo advogado Daneil Castro, defensor dos desembargadores, é um recurso que obriga o parlamentar a explicar formalmente o motivo das declarações.

No diálogo gravado, Rigo cita apenas o nome de um desembargador, o de Claudionor Abss Duarte. Segundo o parlamentar o magistrado teria “aliviado” a prisão do prefeito de Dourados, Ari Artuzi, sem partido.

O prefeito, contudo, foi preso dia 1º deste mês por corrupção. Duarte também interpelou o deputado.

Em entrevista ontem à tarde, Ari Rigo disse que o vídeo foi “editado maldosamente” e negou que a Assembleia doou dinheiro a algum desembargador.

Jornal Midiamax