[BASTIDORES] De olho nas ausências

| 09/05/2022
- 06:00
[BASTIDORES] De olho nas ausências

Está de olho

Em sessão passada na Câmara Municipal, o presidente e os demais vereadores perceberam que estava faltando quórum suficiente em determinadas etapas, como a aprovação da ata. O dirigente Carlos Augusto Borges, conhecido como (PSB), inclusive disse que está de ‘antena ligada’ quanto às ausências sem justificativa.

Perde o mandato

Ele afirmou no plenário que 10 faltas seguidas, sem justificativa, por exemplo, podem resultar em perda de mandato. Justamente por ser ano eleitoral, cujo pleito é por mandatos estaduais, muitos vereadores acabam indo para o interior do Estado. As visitas, no entanto, não podem afetar as sessões presenciais.

Há um mês

O vereador Professor André Luis (Rede) tinha dito momentos antes que não vê determinado vereador há ‘quase um mês’ e que, as ausências, prejudicam os trabalhos. O presidente concordou, mas disse que essa parte ele quem cuida e uma reunião para discutir o assunto será marcada em breve.

Camapuã

O promotor de de Camapuã, Gustavo Henrique Bertocco de Souza, instaurou inquérito civil para apurar eventuais irregularidades em pagamentos realizados a alguns servidores da prefeitura. A denúncia foi feita de forma anônima e a investigação já começou.

Quantos?

Ainda não se sabe quantos servidores da prefeitura de Camapuã foram beneficiados e, muito menos, o tamanho do rombo. Em outro inquérito, de natureza sigilosa, a Câmara Municipal de Camapuã acionou o Ministério Público. O promotor recebeu a denúncia, cujo tema é sigiloso, e começou a investigar o segredo entre poderes.

Festa brega

Em período pré-leitoral, vale-tudo. Até mesmo festança brega. Superflopada, só foi quem precisava puxar o saco do chefe, famoso por mandar mensagem nos grupos de WhatsApp cobrando presenças e ausências...

Veja também

Acorda! Depois de usar cores da pré-campanha de outra pré-candidata, participante da corrida eleitoral em...

Últimas notícias