Política / Bastidores

[ BASTIDORES ] Reajuste 0 e revolta

Da Redação Publicado em 26/05/2021, às 06h30

None

"Rei de Maracaju"

O presidente municipal do PCdoB em Campo Grande, Renato Pires de Paula, criticou o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), por deixar o funcionalismo público sem reajuste real pelo sétimo ano seguido. Ele usou um termo conhecido entre opositores para manifestar sua contrariedade.

Sem respeito ao servidor

“Mentiroso, o Governo do reizinho da República de Maracaju encomendou um parecer, para parecer responsável, mas a verdade é que ao longo de sete anos, quando não reduziu o salário dos servidores, aumentou suas contribuições ou surrupiou de sua previdência. Eis o jeitinho do latifúndio escravagista governar nosso querido MS”, disparou no Facebook.

Empréstimo

A Segov (Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica) vai disponibilizar ao TJMS (Tribunal de Justiça), aeronaves para uso no cumprimento de missões e/ou agendas oficiais de interesse público estadual. Acordo de cooperação técnica no Diário Oficial do Estado de terça-feira (25).

Cobrança

A morte do deputado estadual Cabo Almi (PT) movimentou as redes sociais. Amigos e políticos lamentaram, mas houve quem cobrasse posição.

Fala, Lula

"O senhor já enviou condolências à família do Cabo Almi?", cobrou um seguidor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Twitter. O petista não se manifestou.

Nota

Por outro lado, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, assinou nota lamentando a morte do parlamentar radicado em Mato Grosso do Sul. "Cabo Almi vai fazer muita falta para o Mato Grosso do Sul e o Brasil, principalmente neste atual momento de crise e de aflição social vividas pela nossa população. E o PT perde um grande e leal companheiro, sempre pronto para combater o bom combate", diz o texto.

Adeus

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) também usou as redes sociais para externar os pêsames à família do deputado. Por outro lado, ele não demonstrou a mesma empatia por um colega de partido neste mês.

Tucano, pero no mucho

Após a morte do prefeito de Miranda, Edson Moraes, Reinaldo nem sequer publicou uma nota sobre a perda do tucano. No caso de Almi, o governador até decretou luto oficial.

De olho

A cúpula nacional do DEM começou a analisar se o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta pode ser o candidato da legenda à Presidência. Todas as opções estão na mesa, incluindo a possibilidade de ficar fora da disputa.

#apoio

O deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT-MS) entrou de cabeça na pré-campanha de Ciro Gomes à Presidência. Nas redes sociais, ele incluiu a rosa em seu nome de usuário, símbolo do partido, e assumiu ser "cirista de coração".

Jornal Midiamax