Política / Bastidores

[BASTIDORES] Lá vou eu

Da Redação Publicado em 28/06/2021, às 06h30

None

Lá vou eu

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) decidiu acompanhar a visita do presidente Jair Bolsonaro a Ponta Porã, na quarta-feira (30). Na última passagem do chefe do Executivo federal pelo Estado, no mês passado em Terenos, ele não foi à solenidade.

Dura lembrança

Na primeira visita oficial de Bolsonaro a Mato Grosso do Sul como presidente, em agosto de 2019, Reinaldo foi vaiado pelo público. Apesar disso, ele e Bolsonaro trocaram afagos relembrando os tempos em que ambos eram deputados federais.

Ele não vai

O deputado estadual Coronel David (sem partido) não vai poder novamente rever o amigo nesta semana. Recém-operado, David está de repouso por 15 dias e não acompanhará Bolsonaro. Quarentena No ano passado, o deputado estava com Covid-19 e não viajou a Corumbá. Na passagem por Terenos, ele pode subir ao palanque com o aliado.

Pelo amor de Deus

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), está liderando o esforço para convencer as pessoas a irem se imunizar contra a Covid-19. O município enfrenta resistência e recusa de determinados imunizantes.

Qualquer uma vale

"Gente, todos os imunizantes aplicados em Campo Grande são seguros, eficazes e foram aprovados pela Anvisa. Se a sua vez chegar, não hesite, vacine-se! Lembre-se que vacina boa é vacina no braço", escreveu o prefeito no Facebook.

Sommeliers

Além da procura estar em baixa, a prefeitura tem acompanhado a recusa de algumas pessoas das vacinas Coronavac (Butantan) e Vaxzevria (AstraZeneca).

Não acabou

A ADI (Ação Direta de Inconstitucionalidade) contra a prefeitura da Capital por decreto que flexibilizou restrições do Governo do Estado há duas semanas continua, mesmo após a normativa ter expirado.

Vem aí

O Tribunal de Justiça marcou o julgamento virtual e deu dez dias para a PGM (Procuradoria-Geral do Município) se manifestar. Associação Comercial, Defensoria Pública e OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil seccional MS) foram admitidos no processo para colaborar em eventuais audiências.

Desisto

O deputado estadual Lídio Lopes (Patriota) desistiu do projeto de lei que criaria o Dia do Delegado de Polícia. Ele retirou a matéria antes mesmo da apreciação pelas comissões da Assembleia Legislativa.

Jornal Midiamax