Política / Bastidores

[BASTIDORES] Clima é de receio

Da Redação Publicado em 06/09/2021, às 07h00

None

Fica em casa

Professor André, vereador pelo partido Rede, disse que o Brasil está doente e que, quando pessoas estão doentes, elas ficam em casa, portanto, é o mesmo que deveriam fazer no dia 7 de setembro. Para ele, a intervenção real do povo é nas urnas. 

Bandeiras

Enquanto alguns políticos movimentam as redes sociais convocando pessoas para os protestos previstos para terça-feira (7), há os que já avisam que ficarão em casa, citando que se 'manifestam' por suas bandeiras de outra forma, como, por exemplo, pela leitura do vereador Ronilço Guerreiro (Podemos).

Assim se espera

Mas para quem defende o contrário ou pede que as pessoas fiquem em casa, o tom é de respeito à liberdade de quem quer ir para rua e pedido para que as ações sejam pacíficas.

Em risco?

Durante sessão na semana passada, o vereador Marcos Tabosa (PDT) questionou falas de quem diz que a família está ameaçada no Brasil (?). Alguns defensores do governo Bolsonaro costumam citar, em seus discursos, que pessoas de bem correm riscos, mas não fica claro sobre o que, exatamente, se trata tal perigo.

Nas alturas

Para o parlamentar, as famílias estão sendo atacadas quando vão ao mercado, postos de combustíveis ou olham as contas de energia e água, além de outros serviços essenciais — cada vez mais caros.

'Todo mundo'

No discurso de inauguração da terceira unidade do Sebrae, em Campo Grande, o secretário da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, disse ao prefeito Marquinhos Trad (PSD) que, assim como ele acorda todos os dias pronto para trabalhar por Campo Grande, a secretaria e o Governo de Mato Grosso do Sul também, ao destacar ações.

Ato falho

No mesmo evento, a ministra Tereza Cristina (DEM/MS) quis fazer um 'agradecimento especial' ao prefeito Marquinhos Trad. Ao citá-lo, disse Marcos Trad Filho, mas em seguida percebeu a falha e se corrigiu. 'Ops, Marquinhos Trad'.

Hábito

Principalmente no começo do mandato do prefeito de Campo Grande, muita gente, por força do hábito, se confundia de forma semelhante, chamando-o pelo nome do irmão, senador Nelsinho Trad. 

Agora, ao vivo

O prefeito já tinha agradecido a ministra Tereza, por telefone, pela viabilização da piscina olímpica, a primeira do Estado, que será instalada no Parque Ayrton Senna, em Campo Grande. Mas, fez questão de reforçar as palavras de 'forma presencial', dizendo que o agradecimento é pessoal.

Candidato?

Embora admita que, às vezes, há quem faça indagação ou mesmo dê sugestão sobre candidatura nas próximas eleições, o secretário Jaime Verruck afirma que não tem pretensão neste sentindo. Sem filiação partidária, o titular diz que sua proposta técnica é finalizar o governo com Reinaldo Azambuja. 

Jornal Midiamax