[ BASTIDORES ] Ao criticar ministro, deputado faz menção à ‘unção do espírito’

‘Ainda bem que vossa excelência entende de boi’, disparou
| 27/04/2017
- 12:00
[ BASTIDORES ] Ao criticar ministro, deputado faz menção à ‘unção do espírito’

‘Ainda bem que vossa excelência entende de boi’, disparou

Unção

Ao criticar o ministro da saúde, Ricardo Barros (PP), o deputado Paulo Siufi (PMDB) disse que pareceu ter sido ‘ungido’ pelo Espírito Santo ao ‘adivinhar’ a formação (engenharia) do progressista.

Não precisa

Enquanto criticava o fato de Barros não ser médico e mesmo assim permanecer ministro da saúde, Siufi foi aparteado por Zé Teixeira (DEM), que disse que a gestão de saúde pública não deve, obrigatoriamente, ser feita por médicos. E citou exemplos de médicos que tiveram problemas em secretarias municipais de saúde.

Boiada

“Ainda bem que o senhor não foi executivo e entende de boi”, disparou Siufi ao colega pecuarista. O peemedebista criticava o fechamento das farmácias populares.

Segredinho

Empresa denunciada pelo MPE-MS (Ministério Público Estadual) em ação sobre o Aquário do Pantanal pediu que o juiz coloque os autos em segredo de Justiça, ‘considerando as consequências das imputações maliciosas de pessoas estranhas ao processo’.

Garantia

Para provar que a merenda distribuída da Rede Municipal de Ensino tem qualidade, a defesa do Município juntou à ação que questiona a condição dos alimentos, matérias feitas pela própria assessoria de imprensa do Executivo e divulgada no site da Prefeitura.

Perdidos

Durante inauguração de um empreendimento comercial na Capital, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) disse que a Campo Grande está ‘recuperando a credibilidade’.

Empregos

“Desde o inicio da nossa gestão, a gente vem colocando que Campo grande não pode ficar do mesmo modo que estava nos últimos quatro anos, perdemos 44 mil empregos neste período”, disparou Marquinhos ao citar a gestão de seu antecessor, Alcides Bernal (PP).

Divisão

Com uma frota de dois veículos, a Câmara de Vereadores de Jardim decidiu abrir mão de metade de seu patrimônio de automóveis e doar um para a Prefeitura da cidade.

Solução

“Esta iniciativa simboliza para a Câmara, a destinação correta dos recursos públicos, além de uma economia para o município, pois sabemos das dificuldades do executivo com transporte. E acredito que irá, não só solucionar os problemas, mas ajudar porque será um carro a mais para ser ocupado”, disse o presidente do legislativo, Fernandinho Ramos durante a entrega ao prefeito Guilherme Monteiro, ambos do PSDB.

Demora

Os deputados estaduais suspenderam a sessão de ontem, quarta-feira (26), por mais de uma hora em busca de consenso nos projetos que permitem aos membros do MPE-MS (Ministério Público Estadual) e Defensoria Pública utilizarem verbas do Fundo de Desenvolvimento com questões indenizatórias. Deu certo, ambos foram aprovados. 

Veja também

Pós-eleições Mesmo com interesse na instauração da CPI do Consórcio — para investigar o transporte...

Últimas notícias