A Câmara de Vereadores de Ribas do Rio Pardo, a 95 km de Campo Grande, rejeitou pedido de cassação do mandato do prefeito João Alfredo Danieze (PT). A sessão ordinária foi realizada na última terça-feira (19), às 19h. 

A votação foi presidida pelo vice-presidente da Casa de Leis, Sidinei Fontebasse (PP), porque o presidente da Mesa-Diretora, Luiz Antônio Fernandes Ribeiro (PSDB), o Luiz do Sindicato, se declarou impedido. No lugar, foi convocado o suplente, Pedro Raimundo Neto.

A denúncia foi rejeitada por “inépcia da peça” e por não atender aos requisitos para ter prosseguimento. “Esta vice-presidência determina o arquivamento da citada denúncia em face ao prefeito municipal conforme o despacho lido”, afirmou Fontebasse.

A denúncia apontava irregularidades na execução de obras de pavimentação asfáltica no bairro Estoril, conforme documentação encaminhada à equipe de reportagem do jornal Midiamax. De acordo com informações do site local, Rio Pardo News, o pedido é embasado em indícios de fraudes, desvios de recursos públicos e superfaturamento, na execução de parte da obra.

Os serviços foram realizados no Parque Estoril ao custo de R$ 16,9 milhões, sob suspeita de má qualidade na execução das obras de pavimentação asfáltica. O portal detalha que a obra, que deverá custar mais de R$ 120 milhões (valor total do financiamento junto à Caixa Econômica Federal), chama a atenção pela qualidade duvidosa e pelo possível favorecimento do poder executivo em licitações.

Tem alguma denúncia, flagrante, reclamação ou sugestão de pauta para o Jornal Midiamax? Envie direto para nossos jornalistas pelo WhatsApp (67) 99207-4330. Acima de tudo, com sigilo garantido por lei.

Acompanhe nossas atualizações no Facebook, Instagram e Tiktok.