Buscando reeleição em Campo Grande, a prefeita Adriane Lopes (PP) conseguiu, nesta terça-feira (18), aprovar projeto que permite abertura de concurso público no Município. Aprovada, a proposta da Progressista ampliará em 10,2 mil vagas em diversos cargos, com previsão de edital com 4,2 mil vagas iniciais.

Com oito vereadores da base, Adriane contou com a assinatura dos parlamentares para que a proposta corresse em regime de urgência. A votação foi unânime e projeto de ampliação das vagas teve o ‘sim’ de 23 vereadores.

“As vagas foram aumentadas de acordo com a necessidade que foi pautada pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação, foi tomada a decisão da realização do concurso com 4,2 mil vagas em várias áreas”, disse a prefeita.

Ela ainda justificou que a decisão estava prevista nos pedidos do TCE (Tribunal de Contas) para ajustamento na gestão. “É uma parte do TAC, do termo de ajustamento de gestão, que foi proposto também dentro daquilo que a gente pode fazer e realizar dentro de um ano eleitoral. Como há necessidade, nós estamos avançando para acabar com os processos seletivos e efetivar as equipes, tendo em vista que é uma necessidade”, afirma.

Ampliação de vagas e novo concurso

Conforme o presidente da Casa, Carlos Augusto Borges (PSB), havia dito anteriormente seria necessário assinatura de vinte vereadores para que proposta pudesse ser analisada em sessão plenária desta terça-feira (17). Com o aval dos parlamentares, a proposta foi à análise e recebeu ‘sim’ de maneira unânime.

A proposta foi aprovada por unanimidade, com 23 votos favoráveis e nenhum contrário. Não participaram da votação os vereadores Clodoilson Pires (Podemos), Delei Pinheiro (PP), Papy (PSDB) e William Maksoud (PSDB).

De acordo com a prefeitura, o edital será lançado em breve e vagas que estarão no certame não foram detalhadas. Confira quais vagas foram criadas com o projeto de lei e que deverão ser destinadas em concurso: