Operação do Gaeco e votações da bancada federal foram destaque da semana política de MS

Troca de presidência em partidos de MS e o transporte coletivo de Campo Grande fizeram parte do cenário
| 17/06/2023
- 08:44
operação semana política MS
Buscas na empresa de André Luiz dos Santos, o Patrola (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Mais uma operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) movimentou o cenário político de Mato Grosso do Sul. Além das investigações Cascalho de Areia, votações da bancada federal de MS foram destaque nesta semana.

‘Cascalhos de Areia’ cumpriu 19 mandados em Campo Grande, contra organização criminosa por lavagem de dinheiro de contratos de manutenção de vias não pavimentadas e locação de maquinário. A operação teve 17 alvos, entre eles o empreiteiro André Luís dos Santos - André Patrola -, o ex-secretário de Infraestrutura de Campo Grande, Rudi Fioresi e servidores do setor de obras.

A ação contra corrupção investiga contratos desde 2017 e teve início nesta quinta-feira (15). Todas as empreiteiras têm contratos desde 2017 na Prefeitura de Campo Grande, ou seja, durante a gestão do ex-prefeito Marquinhos Trad (PSD).

 

Bancada federal de MS

Nesta semana, a bancada federal de Mato Grosso do Sul votou projetos que repercutiram nas redes sociais. Entre eles, o com maior destaque foi o de número 2.720/2023, que dispõe sobre a criminilazão da discriminação de políticos.

Entre os deputados federais de MS, cinco foram contra a matéria e cinco foram favoráveis. Ainda nesta semana, os parlamentares votaram a MP (Medida Provisória) sobre o Mais Médicos.

Maioria da bancada de deputados federais pelo Estado foram favoráveis a matéria, apenas dois foram contrários. Além destes projetos, a bancada federal votou o projeto de lei complementar nº 139/22 vai à sanção presidencial.

 

A matéria prevê a transição do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) e evita perdas nos repasses aos municípios. Assim, senadores de MS votaram a favor do projeto nesta quinta-feira (17).

A senadora Soraya Thronicke se ausentou das sessões desta semana, já que foi internada na última quarta-feira (14). No entanto, a parlamentar recebeu alta nesta quinta-feira (15).

Transporte público e troca de lideranças

Vereadores da Capital se sentiram 'esquecidos' pela prefeitura de Campo Grande, que anunciou junto do Consórcio Guaicurus a troca de 71 ônibus do transporte coletivo. Os parlamentares criticaram a quantidade de veículos que será renovada. Julgaram ser 'insuficiente para o problema do transporte coletivo'.

 

Ainda nesta semana, o deputado federal Marcos Pollon (PL) confirmou que assumirá a presidência do partido no Estado. O anúncio veio após encontro com Jair Bolsonaro (PL). Assim, o então presidente da legenda, deputado Rodolfo Nogueira, disse que a decisão de mudar a liderança da sigla no Estado partiu da direção nacional do PL.

Por fim, o deputado estadual Coronel David (PL) afirmou que a mudança na liderança da sigla ‘é natural’ e declarou apoio ao colega partidário.

Ministros em MS

A agenda do ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar do Brasil, Paulo Teixeira, em MS foi adiada para julho. Teixeira desembarcaria no Estado na próxima quinta-feira (15).

Porém, o Estado recebe três ministros neste sábado (17) para discutir a elaboração do PPA (Plano Plurianual) do Governo Federal. Visitam MS: a ministra do Planejamento, Simone Tebet, o ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, Márcio Macedo, e da Ministra de Estado das Mulheres, Cida Gonçalves.

Além disso, o encontro contará com a presença do governador Eduardo Riedel (PSDB). O gestor estadual também se reuniu com outros três governadores nesta sexta-feira (16). Riedel anunciou que Mato Grosso do Sul fará parte do BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul).

A Força Nacional foi autorizada a acompanhar inspeção em aldeias no município de Naviraí e também operação na região da fronteira seca entre o Brasil e o Paraguai. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, assinou a autorização.

Veja também

Cadeira confortável O 1° secretário da Assembleia Legislativa, deputado Paulo Corrêa (PSDB), presidiu sessão plenária...

Últimas notícias