'Vergonha', critica deputado sobre suposta manifestação política na UFMS contra Bolsonaro

Slide teria sido mostrado durante aula em sala da UFMS
| 26/04/2022
- 10:34
Coronel David segura print de slide com tutorial de como derrotar Bolsonaro nas urna
Coronel David segura print de slide com tutorial de como derrotar Bolsonaro nas urnas - Reprodução

Circula nas redes sociais um slide com suposta manifestação política em sala da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), com tutorial de como tirar o título de eleitor e derrotar o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), nas urnas, nas eleições deste ano.

Isso resultou em pedido de tomada de providências encaminhado até para o ministro da Educação, Victor Godoy, elaborado pelo deputado estadual de Mato Grosso do Sul, Coronel David (PL), nesta terça-feira (26).

Durante a sessão parlamentar, David segurava em mãos, uma cópia do slide e pediu por tomada de providências e esclarecimentos dos envolvidos. “É preciso que essas pessoas possam prestar esclarecimentos quanto à existência de campanha contra o atual presidente da República em aulas ministradas na UFMS”.

O deputado informou ter tomado conhecimento do slide na última segunda-feira (25) e a ocorrência teria sido em uma sala de aula da UFMS. “Uma vergonha que a UFMS sirva de palco para manifestação política contra A, B ou C. A partir do momento que temos ciência de algo assim, ficamos triste com o rumo do país”.

David acusou a esquerda de disseminar ‘tais coisas’ ao mandatário do país. “Vergonha, tristeza com isso que está acontecendo. Encaminho requerimento ao ministro da Educação e ao Marcelo Turine, reitor da UFMS para ter informações devidas à essa questão. Vergonha, antiética, agressão à legislação eleitoral”, criticou.

Nas redes sociais, (PRTB) postou um print do slide. “Atividade em sala de aula sugere tutorial para que jovens tirem o título de eleitor para derrotar o presidente Bolsonaro. É um absurdo sem limites! Se você souber de situação como esta, entre em contato! Vamos denunciar!”, diz no post.

A reportagem do entrou em contato por e-mail com a UFMS e aguarda um posicionamento.

Veja também

Medidas foram publicadas no Dário Oficial desta segunda-feira

Últimas notícias