UEMS pode ter novos cursos de Direito e Medicina Veterinária

Solicitação é para implantação de cursos em Campo Grande e Mundo Novo
| 02/05/2022
- 13:06
Deputada Mara Caseiro é autora das indicações
Deputada Mara Caseiro é autora das indicações - Alems, Arquivo

A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) pode ter novos cursos de e Medicina Veterinária, caso a solicitação da deputada Mara Caseiro (PSDB) seja atendida pelo governo estadual.

Segundo as indicações protocoladas na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), o pedido de implantação do curso de Direito é no campus de Campo Grande.

Conforme a justificativa, a criação do curso é reivindicação antiga de professores, estudantes e integrantes da comunidade regional. “Há uma grande mobilização por parte dos estudantes solicitando que a Universidade ofereça também o curso de Direito no campus de Campo Grande”, diz na justificativa.

Atualmente, a UEMS campus Campo Grande oferece os cursos de Artes Cênicas, Bacharelado em Letras, Dança, Geografia, Letras Português – Espanhol, Letras Português – Inglês, Medicina, Pedagogia, Teatro e Turismo. O curso de Direito é oferecido apenas em e Paranaíba.

“Este fato representa grande obstáculo àqueles que pretendem se graduar nesta área, obrigando-os a desistir do curso de Direito ou procurar pelas Universidades Públicas Estaduais que o ofereçam fora de nosso Estado”, diz a deputada na justificativa.

Ainda segundo a indicação, isso pode ser classificado como ‘evasão estudantil e o desperdício do conhecimento, que evidentemente, pode retornar ao Estado'.

Além disso, Mara Caseiro solicitou a implantação do curso de Medicina Veterinária na UEMS de Mundo Novo. “Segundo informações dos solicitantes há uma grande mobilização por parte dos moradores do Conesul, com a elaboração de estudos e abaixo assinados, solicitando que a Universidade ofereça também o curso de Medicina Veterinária, já que o município possui 65% das propriedades rurais qualificadas como de agricultura familiar, além de mais de 40 assentamentos e 13 aldeias indígenas”.

Conforme a deputada, a mobilização se deve ao fato de que, como se sabe, o Conesul, formado pelos municípios de Iguatemi, Mundo Novo, Eldorado, Japorã, Itaquiraí, Naviraí, Tacuru e Sete Quedas é região em que a produção agropecuária é um dos grandes responsáveis pelo bom desempenho do Estado no setor.

“É importante ressaltar que os estudantes de nosso Estado só encontram o curso de Medicina Veterinária em municípios localizados a aproximados 400 km (quatrocentos quilômetros) da região do Conesul. Este fato representa grande obstáculo àqueles que pretendem se graduar nesta área, obrigando-os a desistir do curso de Medicina Veterinária ou procurar pelas Universidades que o oferecem no Estado do Paraná”.

As solicitações foram encaminhadas ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB), à secretária de Educação, Maria Cecília Amendola da Motta, e ao Reitor da UEMS, Laércio Alves de Carvalho.

Veja também

Uma das proposta visa instituir o ‘dia do coach’ no calendário de datas comemorativas da Capital

Últimas notícias