O secretário municipal de Educação de Campo Grande, Lucas Bitencourt, foi convidado a ir à Câmara Municipal na terça-feira (22) para prestar esclarecimentos sobre o fechamento de turmas do 8º e 9º ano nas escolas da Reme (Rede Municipal de Ensino). Ele deve falar durante a fase da Palavra Livre.

O convite foi feito pelo vereador Valdir Gomes (PSD). “Queremos explicações sobre esses fechamentos. Não tem como remanejar alunos para longe de casa. Está faltando vaga e sobrando aluno”, disse o parlamentar ao Jornal Midiamax nesta segunda-feira (21).

A presença do secretário foi confirmada apenas hoje pela Câmara. Em nota, a Semed diz que Bitencourt vai se apresentar aos vereadores e esclarecer “possíveis dúvidas sobre questões administrativas e pedagógicas”.

Pais preocupados

Pais de alunos estão preocupados com o próximo ano letivo. Isso porque estão sendo informados de que em 2023 a escola não vai mais oferecer o 8° e 9° do Ensino Fundamental. É o caso de estudantes da  Escola Municipal Doutor Plínio Barbosa Martins, no Jardim das Macaúbas.

Como opção, a Semed oferece escolas localizadas nos bairros Moreninhas e no Alves Pereira. Porém, as mães de alunos reclamam da dificuldade do deslocamento e o transporte dos filhos.

“Tal medida é necessária para garantir que os alunos dos anos iniciais do ensino fundamental, consigam estudar mais próximos de suas residências, sem necessidade de deslocamento. E leva em consideração que os alunos dos anos finais do ensino fundamental têm mais autonomia para se deslocar a uma unidade escolar da Reme ou da REE [Rede Estadual de Ensino], utilizando meios próprios ou o transporte coletivo – com uso do passe do estudante, que é gratuito – para outras escolas próximas que oferecem turmas do 8° e 9° ano”, diz nota divulgada pela pasta.