Roberto Freire diz que judicialização sobre 3ª via ‘não tem pé nem cabeça’

Judicialização poderia ser tomada se Simone Tebet fosse consagrada como cabeça da 3ª via
| 19/05/2022
- 15:30
judicialização
Roberto Freire afirma que medida não foi discutida entre presidentes. Foto: Agência Brasil.

O presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire, disse que “ninguém discutiu judicialização porque não tem pé nem cabeça”. A medida é uma das alternativas caso algum participante da Frente Parlamentar não aceite o resultado das pesquisas.

Como a senadora sul-mato-grossense (MDB) tem sido apontada com escolhida como cabeça da 3ª via, blogs apontam que apoiadores de João Doria () indicam a judicialização como uma saída. O nome de Simone teria sido escolhido pelos presidentes do MDB, Cidadania e PSDB nesta quarta-feira (18), após analisarem os resultados das pesquisas qualitativas e quantitativas.

Assim, ao Congresso em Foco, o presidente do Cidadania destacou que “não se pode impor a uma coligação uma decisão interna de nenhum dos partidos”. Ele explicou que as prévias são respeitadas, dentro do partido. No caso, “se fosse o candidato do PSDB para o PSDB. Não quando se abre para todos os parceiros”.

Simone cita judicialização

A pré-candidata à presidência, Simone Tebet (MDB), disse que segue com a candidatura se for apontada como melhor opção, mesmo se o resultado foi judicializado. “Se porventura ele [Doria] não aceitar o resultado e os partidos quiserem sair dessa frente, o MDB segue firme e forte”, garantiu.

As afirmações foram feitas nesta segunda-feira (16), durante roda de debate na Associação Comercial de São Paulo. “Se meu nome for escolhido e outros partidos resolverem judicializar, eu continuo e estou pronta para falar para o Brasil”, disse durante o debate.

3ª via tem nome

Contudo, as negociações entre a Frente Democrática não apontam possibilidade de judicialização, já que os partidos teriam reiterado Simone Tebet (MDB) como cabeça de chapa à presidência nas eleições de 2022. A reunião dos partidos aconteceu nesta quarta-feira (18), para definir o nome da 3ª via.

Se reuniram os presidentes das legendas Baleia Rossi (MDB), Bruno Araújo (PSDB) e Roberto Freire (Cidadania). Inicialmente, estava marcada para esta quarta-feira (18) a divulgação do nome que encabeçaria a chapa da Frente Democrática, baseado em pesquisas qualitativas e quantitativas.

No entanto, à CNN, os presidentes das legendas afirmaram que o resultado será divulgado na terça-feira (24). “Nós três chegamos a um consenso. Só que não somos nós que vamos decidir”, explicou Freire.

Colunista do Metrópoles aponta que os resultados mostram preferência por uma candidatura feminina. Contudo, o anúncio final acontecerá após cada executiva confirmar a decisão dos presidentes.

Veja também

Tomou as dores Durante o discurso na Câmara dos Vereadores, Valdir Gomes (PSD), ‘tomou as...

Últimas notícias