Quatro projetos e dois vetos serão analisados na ordem do dia da Câmara nesta terça

Projetos e vetos serão analisados durante sessão ordinária desta terça-feira (13)
| 13/06/2022
- 15:25
Quatro projetos e dois vetos serão analisados na ordem do dia da Câmara nesta terça
Foto: Assessoria Câmara Municipal

Vereadores da de Campo Grande analisam quatro projetos de Lei e dois vetos, na sessão ordinária desta terça-feira (14). As proposição foram pautadas na ordem do dia e serão discutidas em plenário.

Primeira e segunda discussão

Em primeira discussão, três projetos são analisados de autoria dos parlamentares Silvio Pitu (PSD), Ronilço Guerreiro (Podemos) e (PSD).

O primeiro é vereador Silvio Pitu e quer instituir a obrigatoriedade de programação dedicada exclusivamente às pessoas com deficiência e suas famílias, denominada “Festividade Inclusiva”. A proposição quer garantir a inserção no calendário de festividades municipais, principalmente nas festas juninas, natalinas, entre outros.

A segunda é de autoria de Ronilço Guerreiro quer criar o programa “Empresa Amiga da Leitura” em Campo Grande, onde visa estimular o setor para doações de livros para escolas municipais e projetos sociais.

Já o último é do vereador Otávio Trad (PSD) e quer instituir o festival Encontro de Etnias no calendário cultural de Campo Grande.

Pautado para segunda discussão, o projeto do vereador Drº Victor Rocha (PP) quer instituir a “Semana Municipal da Vasectomia”.

Vetos

Os vereadores analisam os vetos parciais vindos do Poder Executivo, o primeiro em discussão única é sobre PL de autoria dos parlamentares Junior Coringa (PSD), Gilmar da Cruz (Republicanos), Ademir Santana (PSDB), Papy (SD), Prof. André Luis (Rede), Clodoilson Pires (Podemos), Ronilço Guerreiro e Edu Miranda (Patriota) que quer instituir o programa de ação integrada e continuada de atenção às pessoas em situação de rua, usuárias abusivas de álcool e outras drogas.

A segunda proposição quer autorizar o Poder Executivo a criar centros de apoio educacional para pessoas com TEA (Transtorno do Espectro Autista). O PL é de autoria dos vereadores Sílvio Pitu, Papy, Prof. Juari (PSDB) e Ronilço Guerreiro. 

Veja também

Foram cinco votos contrários ao pedido de cassação e três favoráveis

Últimas notícias