PSB faz convenção na Câmara e oficializa candidaturas a deputados em MS

Sem presidente da Câmara Carlão presente, partido anunciou que vai apoiar os tucanos no Estado
| 23/07/2022
- 12:24
convenção PSB
Convenção do PSB foi realizada na Câmara de Campo Grande. (Foto: Stephanie Dias, Jornal Midiamax)

O PSB realizou a convenção estadual na manhã deste sábado (23), na Câmara Municipal de Campo Grande, e vai lançar 20 candidatos a deputado estadual e cinco a deputado federal. O partido garantiu que apoiará o candidato à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e regionalmente, coligará com o PSDB.

O evento foi liderado pelo presidente da comissão estadual provisória, Ricardo Ayache. O presidente da Câmara, Carlos Augusto Borges, o Carlão, não pode comparecer por estar em viagem, segundo informou a assessoria do PSB.

Estiveram presentes ainda membros da Executiva estadual; o pré-candidato ao pelo PT, Tiago Botelho; o pré-candidato ao governo de Mato Grosso do Sul pelo PSDB, Eduardo Riedel; e Monica Riedel, do ex-secretário de Estado de Infraestrutura.

“Convenção a gente vem construindo, analisando as pré-candidaturas ao governo do nosso Estado. Eduardo Riedel tem posições firmes, mas respeita o contrário”, afirmou Ayache em discurso.

Convenções eleitorais

Pela legislação eleitoral, as convenções devem ser realizadas entre 20 de julho e 5 de agosto. O primeiro partido que abriu a temporada foi o União Brasil, que lançou a deputada federal Rose Modesto como candidata ao governo e o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, como candidato ao Senado.

A chapa proporcional tem 21 nomes para deputados estaduais e nove para deputados federais. Presidente estadual do União Brasil, a senadora Soraya Thronicke, disse que o partido espera que o vice-governador Murilo Zauith dispute a reeleição na chapa de Rose. O político avalia a proposta e o União deve bater o martelo sobre os candidatos a governadora e vice até 15 de agosto.

As próximas convenções previstas são a do PSOL, marcada para este domingo (24); do Solidariedade, na próxima quinta-feira (28); do PSD e Patriota e também do PT; no próximo sábado (30); do PCO, no próximo domingo (31); do Agir, em 2 de agosto; e do Republicanos, no dia 4.

O último dia deve concentrar várias convenções, como a do MDB, do PSDB, do Avante, do PRTB e do Podemos.

Veja também

Registros devem ser feitos até dia 15 de agosto

Últimas notícias