Projeto proíbe venda e distribuição de refrigerantes em escolas de educação básica

Proposta será votada no Senado e Câmara dos Deputados
| 19/01/2022
- 21:22
Escolas privadas também serão proibidas de distribuir e vender refrigerantes.
Escolas privadas também serão proibidas de distribuir e vender refrigerantes. - Foto: Reprodução | Freepik.

Escolas de educação básica do Brasil não poderão distribuir ou permitir a venda de refrigerantes para os alunos, se o projeto de lei nº 9/2017 foi aprovado. A proposta será votada em Plenário no .

Conforme o texto, a proposta busca minimizar o índice de infantil e desenvolvimento de em crianças e adolescentes. O projeto já foi aprovado pela CAS (Comissão de Assuntos Sociais).

A proposta é de autoria do Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e foi defendida pela senadora Zenaide Maia (Pros-RN). “Isso aqui é a gente tentando proteger as crianças da obesidade infantil”, disse a senadora durante a relatoria.

Segundo a Agência Senado, a senadora ainda apontou que a proibição de refrigerantes já é realidade em parte da rede de ensino privada. Se aprovada, a medida será válida em escolas públicas e privadas.

A proposta será votada no Senado antes de seguir para a Câmara dos Deputados Federais.

Veja também

Alteração foi no decreto que determina as categorias comum e luxo, de produtos adquiridos pelo governo estadual

Últimas notícias