Novo governador de Amambay fecha gabinete e proíbe entrada de servidores

Levantamento acontece pouco mais de 12 após receber o cargo de Ronald Acevedo
| 29/07/2022
- 10:29
Novo governador de Amambay fecha gabinete e proíbe entrada de servidores
Servidores paraguaios não puderam entrar nas repartições (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Uma decisão tomada pelo governador do Departamento de Amambay, Roberto Abbate já está causando polêmica nos meios políticos de Pedro Juan Caballero, cidade que faz fronteira com Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul.  Em pouco mais de 12 horas após receber o cargo, o substituto de Ronald Acevedo determinou um levantamento patrimonial dos bens de propriedade da administração estadual.

A medida adotada pela nova gestão pegou os servidores de surpresa nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (29), no primeiro dia de expediente do novo chefe departamental. Até que o levantamento seja concluído pela nova equipe. O trabalho é coordenado pelo próprio governador e conta com o apoio do vereador Luis Guillén e também de técnico contratado.

Por outro lado, o assessor jurídico da governadoria, Richard Salomón, mencionou que todos os cargos de confiança estão sendo disponibilizados para Abbate e que o trabalho de inventário "é uma prática natural". "Fizemos isso também durante a mudança de administração", disse Salomón em entrevista a uma emissora de rádio de Pedro Juan Caballero.

Ao deixar o cargo, Ronald Acevedo, que é irmão do ex-prefeito de Pedro Juan Caballero, José Carlos Acevedo, disse que entrega um departamento em ordem e que sai pela porta da frente. Entretanto, alguns conselheiros parlamentares apresentaram ao trabalho de Ronald, que não fez um balanço do seu período à frente do Departamento de Amambay.

"Vamos pedir para ele trabalhar mais do que esse governador porque ele não fez nada. Não sabemos o que ele fez, não prestou contas. Seu governo deixa muito a desejar", comentou o conselheiro departamental Júlio Veja em entrevista à FM Urendey, logo após a posse de Abbate.

Veja também

Partido pede que postagem seja removida e aplicação de multa

Últimas notícias