Marquinhos entrega carta de renúncia e confirma pré-candidatura ao governo de MS

Marquinhos deixou o cargo de prefeito de Campo Grande
| 01/04/2022
- 19:15
Marquinhos entrega carta de renúncia e confirma pré-candidatura ao governo de MS
Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad. (Foto: Leonardo de França / Midiamax)

Trad (PSD) agora é o ex-prefeito de Campo Grande. A carta de renúncia foi entregue nesta sexta-feira (1º), para garantir a pré-candidatura ao Governo de Mato Grosso do Sul nas eleições de 2022.

Esta é a última vez de Marquinhos como prefeito no gabinete — que agora passa a ser de Adriane Lopes (Patriota).

Na noite desta sexta-feira, ao lado da sua vice, Adriane Lopes — que assume a prefeitura — Marquinhos declarou que a comunicação atende à decisão eleitoral e que está 'sendo difícil' para ele, mas está 'em paz'.

O que 'me move a me desligar da prefeitura é a missão de algo maior', disse, afirmando ter escutado um clamor por mudança em todo o Estado.

"Não estou dizendo adeus a Campo Grande e, sim, até breve", pontuou, completando que a decisão é o "início de novo tempo".

Após ler todo o discurso, Trad apresentou oficialmente Adriane Lopes como a nova prefeita de Campo Grande e disse que ela "dará sequência ao povo de Campo Grande que a escolheu duas vezes".

marquinhos renuncia LdF 1 - Marquinhos entrega carta de renúncia e confirma pré-candidatura ao governo de MS
Anúncio foi dado ao lado de Adriane Lopes, que assume a . (Foto: Leonardo de França / Midiamax)

Carta de renúncia

Segue na íntegra texto do presidente da Câmara de Campo Grande, Carlão (PSB):

"Presidente da câmara municipal de Campo Grande, Estado de Mato Grosso do Sul, com base no inciso l do art. 6° do Decreto- Lei n. 201/67, diante da renúncia por escrito protocolizada nesta Casa em 1° de abril de 2022 pelo Sr. Marcos Marcello Trad, declara extinto, com efeitos partir de 2 de abril de 2022, o mandato de Prefeito, para o qual foi empossado no dia 1º de janeiro de 2021".

A carta de renúncia foi publicada em edição extra do Diogrande ainda na noite desta sexta-feira, oficializando a saída de Marquinhos Trad da prefeitura. Outros dois secretários municipais também foram exonerados para concorrer às eleições deste ano.

Marquinhos Trad

Marquinhos foi eleito prefeito de Campo Grande pela primeira vez em 2016, quando obteve 58,77% dos votos no segundo turno contra Rose Modesto (União Brasil — que concorreu na época pelo PSDB). O primeiro mandato como chefe do Executivo municipal terminou em 31 de dezembro de 2020.

Nas eleições de 2020, Marquinhos Trad recebeu 218,418 mil votos e foi reeleito prefeito de Campo Grande com 52,58%. Ele ficou cinco anos e quatro meses exercendo o cargo de chefe do executivo da Capital.

Prefeitura de Campo Grande

Com a saída de Marquinhos Trad, a prefeitura de Campo Grande fica nas mãos de Adriane Lopes, que passa de vice-prefeita para prefeita da Capital. A posse deve acontecer na segunda-feira (4), na Câmara Municipal.

A prefeitura de Campo Grande sofreu duas baixas com a saída de dois secretários, Pedro Pedrossian Neto e Elza Fernandes, que deixam as secretarias de Finanças e Educação, respectivamente. Os dois devem disputar um cargo na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) pelo PSD.

Veja também

Senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da PEC (Proposta de Emenda à...

Últimas notícias