Luiz Antonio Cavassa toma posse como novo desembargador do TJMS e relembra trajetória na magistratura estadual

Desembargador relembrou momento de posse para Juiz substituto há 25 anos atrás no mesmo plenário
| 18/02/2022
- 23:56
Momento em que o desembargador Cavassa faz o juramento de posse
Momento em que o desembargador Cavassa faz o juramento de posse - Foto: Leonardo de França

O (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) empossou Luiz Antonio Cavassa de Almeida como mais novo desembargador, na tarde desta sexta-feira (18), em Campo Grande. Além dele, mais dois desembargadores fizeram o juramento que selou a posse como titulares da cadeira no Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul.

Natural de Corumbá, Luiz Antonio Cavassa de Almeida segue a magistratura desde 1996 e em seu discurso pontuou seu trajeto até a posse como novo desembargador do TJMS. "Foram muitos estudos, renúncias e determinação. Por esse dilema de sonhar e realizar, os bons propósitos nunca devem faltar. Assim ao começar essa nova etapa da minha carreira, peço a deus que me de sabedoria e lembro-me até hoje que em dezembro de 1996, neste mesmo plenário tomei posse como juiz substituto. Sigo com o pensamento de cumprir e fazendo cumprir as constituições e as leis. Como sempre digo, o desejo de ser magistrado não envelhece, nao se acomoda, mas se renova com a mesma intensidade e se engrandece", destacou. 

O desembargador foi o primeiro a discursar e afirmou ser muita honra e alegria tomar assento no Tribunal Pleno. 

Juramento de novos desembargadores

Os três novos desembargadores do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) fizeram juramento nesta sexta-feira (18). A sessão solene aconteceu no Tribunal Pleno e marcou a posse dos desembargadores com a presença de autoridades do Estado.

Fizeram os juramentos os desembargadores Alexandre Lima Raslan, Jaceguara Dantas da Silva e Luiz Antônio Cavassa de Almeida. Eles já haviam sido empossados em dezembro de 2021 e janeiro deste ano.

Estiveram presentes na mesa o desembargador Carlos Eduardo Contar, o governador (PSDB), o presidente da Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) e deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB), o procurador-Geral de Justiça de MS Alexandre Magno de Lacerda e o presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) Bito Pereira.

Veja também

A CCJ (Comissão Permanente de Legislação, Justiça e Redação Final) marcou para a quarta-feira (6)...

Últimas notícias