Eleições movimentam a semana política de MS com largada das convenções partidárias

Semana também teve definição de locais de votação nos municípios de MS
| 23/07/2022
- 07:00
convenção semana convenções convenção tse
Foto: Reprodução | TSE.

As convenções partidárias tomaram conta da semana política de Mato Grosso do Sul. As movimentações dos diretórios estaduais crescem à medida em que as Eleições 2022 se aproximam.

Conforme o calendário eleitoral, definido pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), as votações do primeiro turno acontecem em 2 de outubro. Assim, a largada das convenções partidárias foi dada na última quarta-feira (20).

Com prazo até 5 de agosto para realização das convenções e oficialização das candidaturas, os partidos de MS já garantiram datas e começaram a firmar os locais dos nesta semana. O primeiro a realizar a oficialização da candidatura ao Governo de Mato Grosso do Sul é o União Brasil, na sexta-feira (22).

Rose Modesto como candidata a governadora e Luiz Henrique Mandetta ao Senado foram os principais nomes lançados no evento da União. O próximo a realizar a convenção é o PSB, neste sábado (23).

Além das convenções, a divulgação de locais de votação para as Eleições de 2022 começaram a ser realizadas nesta semana. O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) divulga os endereços de votação de cada município de MS.

Investigações e decisões

O MPMS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) abriu inquérito civil para apurar suposto abuso na cobrança de taxa de embarque no Terminal Rodoviário Thiago Tobias Benites, em Ponta Porã - cidade na região sul do Estado a 313 km de Campo Grande. Relatório do Procon/MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) informava que cinco companhias cobravam R$ 4 ou até mais pelo embarque, contrariando a Lei Municipal 4.003/2013, que fixa a taxa em R$ 3,50.

Ainda nesta semana, o Ministério pediu a interdição do Cemitério Santo Antônio, localizado na região central de Campo Grande. O pedido é fruto de uma ação civil pública de 2011, cuja sentença saiu em 2019.

No entanto, ao Jornal Midiamax a Prefeitura de Campo Grande disse que não foi intimada sobre a decisão que suspende enterros no Cemitério Santo Antônio. O município ainda informou que "fará a devida análise jurídica e, assim que for intimado, prestará as informações nos autos do processo judicial”.

Enquanto isso, no interior de MS a prefeitura de Três Lagoas foi condenada ao pagamento de R$ 20 mil em indenização por danos morais a um paciente que diz ter sido seduzido por uma assistente social. O caso que envolve uma terapeuta do Caps (Centro de Assistência Psicossocial) e um paciente que sofria de esquizofrenia foi publicado no Diário Oficial do (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

Licitações da semana

Nesta semana, a prefeitura de Campo Grande contratou a empresa Arnaldo Santiago ME por R$ 8.356.881,68 para executar serviços de manutenção de asfalto, recomposição da estrutura do pavimento e fornecimento de materiais, na Região Urbana do Bandeira.

Em Três Lagoas a aquisição de materiais de enfermagem custou R$ 17.147.670,54 para a prefeitura. No total, a empresa contratou 26 empresas diferentes para a compra dos itens.

A prefeitura de Selvíria publicou a prorrogação do contrato de compra de DIU (Dispositivo Intrauterino). Serão mais 300 dispositivos para atender a população do município, a 408 quilômetros de Campo Grande.

Empossados

Por fim, vale lembrar que na quarta-feira (20), o Governo de Mato Grosso do Sul empossou 16 novos procuradores para atuação na PGE (Procuradoria-Geral do Estado). O concurso ainda formou um banco reserva com 13 aprovados.

Veja também

No entanto, a Sanesul deverá se atentar para condições do Tribunal

Últimas notícias