Deputados votam projeto que proíbe exposição de crianças e adolescentes às telas digitais em escolas de MS

Projeto de lei proíbe exposição de crianças às telas digitais nas escolas de MS
| 20/04/2022
- 07:53
Deputados votam projeto de lei para proibir crianças em exposição de telas digitais
Deputados votam projeto de lei para proibir crianças em exposição de telas digitais - Luciana Nassar, Alems

Na pauta dos deputados estaduais de Mato Grosso do Sul desta quarta-feira (20) está o projeto de lei que proíbe a exposição de crianças e adolescentes às telas digitais em escolas do Estado.

De autoria de Marcio Fernandes (MDB), a proposta segue as recomendações da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria). Segundo o texto, são consideradas telas digitais dispositivos eletrônicos como celulares, smartfones, tablets, relógios inteligentes, leitores de livro digitais, computadores, notebooks, televisores e videogames. O projeto passa pela primeira votação.

Ainda na pauta de hoje, deve ser votada proposta de Evander Vendramini (PP) para incluir, como conteúdo transversal do currículo das escolas públicas estaduais, o ensino de noções básicas sobre a Constituição Federal. “O ensino da Constituição Federal é essencial, pois é indispensável para a formação cívica e cidadã, visto que trata dos direitos básicos e fundamentais que baseiam o ordenamento jurídico nacional”, justifica o parlamentar.

Em discussão única, há dois projetos de nomeações de rodovia estadual e de prédio público. Um deles, de autoria do deputado Amarildo Cruz (PT), denomina Ministro Waldir dos Pereira e Dionísio Antônio Vieira, respectivamente, trechos das rodovias MS-010 e MS-244.

O segundo é do deputado (PP), que dá o nome de Dr. Gilberto Robalinho da Silva ao prédio destinado à Defensoria Pública no município de Paranaíba.

Veja também

Além da entrega dos condomínios, o evento também seria parte da agenda pública do presidente Jair Bolsonaro, que não confirmou a sua vinda ao MS

Últimas notícias