DEM e PSL se fundiram para criação do União Brasil: O que muda na prática?

Partido foi homologado na última terça-feira (8)
| 13/02/2022
- 15:20
Com a união do PSL e DEM
Com a união do PSL e DEM, União Brasil se organiza para eleições 2022. - Foto: Reprodução.

Na última terça-feira (8), foi homologada a fusão do DEM e PSL para criação do União Brasil. Com o novo partido pronto para disputar as eleições de 2022, muitas dúvidas sobre a legenda ainda assombram eleitores e filiados dos partidos.

O Jornal Midiamax esclareceu alguns pontos sobre a fusão e homologação do partido com a líder do União Brasil em Mato Grosso do Sul, Soraya Thronicke. Além disso, a reportagem consultou o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para entender como ficam as questões partidárias perante o Supremo.

Todos eleitos pelo PSL e DEM agora são do União Brasil?

Segundo a líder do União em MS, quem foi eleito por um dos dois partidos agora tem 30 dias para decidir se permanece na nova legenda. O prazo funciona como uma janela partidária geral, para vereadores, deputados estaduais e federais. Assim, quem estiver com negociação avançada com outras legendas, poderá migrar neste período.

Como ficam os caixas financeiros dos partidos?

Com a fusão, os caixas financeiros do PSL e DEM foram unidos e agora as repartições das legendas trabalham juntas no União Brasil. Assim, um novo CNPJ será criado para o partido, que acarreta na mudança dos CNPJs dos diretórios estaduais e municipais das 27 unidades federativas. “Lógico que as obrigações com terceiros são mantidas na responsabilidade de cada diligente”, lembrou Soraya.

Como serão definidas as chapas?

Quem decidir ficar ou entrar para o União Brasil e for pré-candidato, deverá passar por pesquisas internas. Segundo a líder em MS do partido, as escolhas serão feitas a partir da evolução de cada nome nos estudos internos durante a pré-campanha.

O tempo de campanha eleitoral será dividido de que forma?

Assim como as chapas, pesquisas internas deverão ser utilizadas para definição do tempo de campanha dos pré-candidatos. “Não dá para dividir, e nem é obrigatória a divisão de forma igualitária dos candidatos. Faz as apostas de acordo com o que você acredita nas eleições”, destacou a senadora.

Com maior número de eleitos, como fica o tempo de propaganda partidária?

Apesar de ter um número de eleitos maior que as outras legendas, o União Brasil irá dispor de 20 minutos disponíveis para propagandas partidárias. O tempo é o máximo disponibilizado pelo TSE segundo as normativas já definidas pelo Tribunal.

Veja também

Últimas notícias