Com dificuldade de montar chapa para federal, Dagoberto cogita deixar PDT

Presidente estadual do PDT em MS, Dagoberto ainda não conseguiu fechar chapa com nove candidatos
| 30/03/2022
- 12:04
Com dificuldade de montar chapa para federal, Dagoberto cogita deixar PDT
Dagoberto Nogueira está filiado ao PDT há 31 anos - Arquivo

Alegando dificuldade em fechar a chapa de deputados federais para a disputa eleitoral deste ano, o deputado federal pode deixar o PDT após 31 anos de filiação, pensando na sua reeleição. A decisão deve ser tomada até a próxima sexta-feira (1º), quando fecha a janela partidária, de acordo com o calendário eleitoral do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Ao Jornal Midiamax, Dagoberto explicou que o PDT não fez federação com outra sigla e ele, como presidente estadual, está com dificuldade para montar a chapa de candidatos a deputados federais.

Segundo Nogueira, nesta quarta-feira (30) ele está em Corumbá, à procura de candidato. “Tenho até sábado, ainda não desisti, vou lutar até o fim”.

O deputado federal afirmou ainda que mesmo mudando de partido, vai fazer campanha para o pré-candidato à Presidência da República, Ciro Gomes. “Independente de qualquer coisa, vou fazer campanha para o Ciro”.

Dagoberto contou ainda que a chapa estadual está pronta, com 25 pré-candidatos. “Mas está difícil quem queira se candidatar a deputado federal e não é só o PDT que enfrenta esse problema, outros partidos também”.

O parlamentar explicou que nas eleições de 2018, apenas os oito deputados federais eleitos tiveram votos expressivos nas urnas. “Depois disso, já cai para 20 ou 15 mil votos. Então está difícil achar gente”.

Ele disse ainda ter recebido vários convites, mas pode estar mais alinhado ao PSDB, por já ter anunciado apoio ao pré-candidato ao governo estadual, Eduardo Riedel.

Veja também

Acorda! Depois de usar cores da pré-campanha de outra pré-candidata, participante da corrida eleitoral em...

Últimas notícias