Campo Grande poderá ter 'Mercado de Pulgas' para vendas e trocas

Projeto de lei do mercado foi protocolado na Câmara Municipal
| 18/07/2022
- 13:56
mercado
Foto: Freepik.

Campo Grande poderá ter um Mercado de Pulgas para vendas e trocas de antiguidades e artigos diversos, se o de lei nº 10.729/22 for aprovado. A proposta foi protocolada na Câmara Municipal.

O projeto prevê a criação do mercado de pulgas nos primeiros domingos de cada mês. “O evento denominado será realizado na via da Avenida Afonso Pena que faz margem ao Parque das Nações Indígenas, que deverá ser interditada a partir do cruzamento com a Rua Cel. Cacildo Arantes até o cruzamento com a Avenida do Poeta”, específica a proposta.

A proposta do Mercado de Pulgas consistirá na exploração comercial, ou troca de livre iniciativa por pessoa física, residente ou não em Campo Grande. Poderão ser vendidos ou trocados objetos usados, artigos colecionáveis, artesanatos, móveis, peças raras, pratarias, artigos decorativos e antiguidades em geral.

Animais e produtos de origem ilegal serão proibidos. Autor do projeto, o vereador Otávio Trad (PSD) afirma que a espécie de feira é uma “prática popular, estimula o comércio local e a sustentabilidade”.

Projeto do Mercado de Pulgas

A proposta está em tramitação na Casa, que volta do recesso em 2 de agosto. O projeto ainda deve ser pautado e votado pelos vereadores.

Veja também

Governo estuda corte em repasse a poderes e investimentos em obras após perda de arrecadação do ICMS

Últimas notícias