Câmara de Ribas do Rio Pardo vota resolução de denúncia que pede cassação de prefeito

Denúncia foi aceita pelos parlamentares na última sessão ordinária
| 08/03/2022
- 20:13
O prefeito João Alfredo Danieze em plenário
O prefeito João Alfredo Danieze em plenário - Foto: Câmara dos vereadores de Ribas do Rio Pardo

Após aceitar a de fraude contra o prefeito João Alfredo Danieze (PSOL), a Câmara dos Vereadores de Ribas do Rio Pardo, distante 94 quilômetros de Campo Grande, votará a resolução que cria a Comissão Processante, na sessão ordinária desta terça-feira (08). Se caso for aprovada, a decisão será publicada no Diário Oficial da Casa de Leis e notificará o gestor municipal sobre a ação. 

O pedido de cassação contra o mandato de Danieze  iniciou-se depois do vereador Nego da Borracharia (PSD) protocolar a denúncia acusando o mesmo de fraude, superfaturamento e desvio de recursos públicos. A pauta foi aceita e levada a discussão no plenário, sendo aprovada pela maioria dos parlamentares na última sessão ordinária, realizada na quinta-feira (03). 

A criação da Comissão Processante irá julgar a procedência da acusação e definir se cabe ou não, a cassação de mandato. Para que isso aconteça, a comissão conta a cinco dias úteis para notificar João Alfredo Danieze sobre a denúncia, além do mesmo ter o prazo de 10 dias para apresentar formalmente a sua defesa. Em caso de aprovação, quem assume a prefeitura de Ribas do Rio Pardo é a vice-prefeita, Guiomar Soares (PSOL).

A denúncia

De acordo com informações oficiais, a denúncia se baseia em um requerimento que questiona a empresa Tec Faz sobre as locações de máquinas e caminhões para a Prefeitura. No entanto, o ponto indagado é o custo do serviço que chegou ao valor de R$ 803.232,94. O documento aponta indícios de superfaturamento no contrato que foi negociado por R$ 566.998,19.

Após a comparação feita entre os valores, o parlamentar decidiu investigar as obras e questionar o valor alto do faturamento, considerando que o não realizou tantas obras no município. Alguns levantamentos apontam possíveis irregularidades, no qual soma-se um valor de R$ 305.075,23 de danos aos cofres públicos, conforme a denúncia.

O prefeito

Procurado pelo Jornal Midiamax, o prefeito João Alfredo Danieze disse não ter sido informado sobre a denúncia e prefere não se pronunciar a respeito, pois não sabe ao certo qual é a acusação de desvio de dinheiro público citado. 

Veja também

A participação feminina aumentou em relação às eleições de 2018 para os mesmos cargos em 3% em 2022

Últimas notícias