Câmara de Campo Grande tem vereadores certos na disputa eleitoral e outros ainda indecisos

Câmara de Campo Grande tem também parlamentares que vão focar apenas em seus mandatos
| 01/04/2022
- 09:02
Os 29 vereadores de Campo Grande
Os 29 vereadores da Câmara de Campo Grande. - Arte: Marcos Ermínio/Midiamax

A janela partidária de 2022 acaba nesta sexta-feira (1º) e, apesar de não abranger, via de regra, os vereadores, a data resultou em mudanças em bancadas na Câmara de Campo Grande e também em confirmações quanto às candidaturas a outros cargos eletivos.

É o caso de Otávio Trad (PSD), por exemplo, que é pré-candidato a deputado estadual ‘com foco no projeto do partido e protagonismo, com a pré-candidatura do ao Governo de Mato Grosso do Sul’. 

Único a permanecer no União Brasil, resultado da fusão do DEM e PSL, Coronel Alírio Villasanti afirma trabalhar como ‘pré candidato a deputado estadual’, embora tenha recebido convite da deputada Rose Modesto (União Brasil) para tentar vaga de deputado federal. A decisão não está tomada, afirma.

O vereador Junior Coringa (PSD) diz que vai disputar para deputado federal, enquanto Zé da Farmácia (Podemos) tentará uma vaga na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul).

Jamal Salém, do MDB, está na lista dos tentantes de deputado federal, assim como Professor Juari (PSDB). Ambos estão em partidos com pré-candidatos ao Governo de MS. Respectivamente, André Puccinelli e Eduardo Riedel.

O vereador João Rocha (PSDB) decidiu disputar as eleições para deputado federal. Os vereadores Betinho (Republicanos) e Loester (MDB) pretendem concorrer para deputados estaduais.

Quem ainda avalia se disputa às eleições

Professor Riverton, que deixou o União Brasil durante a janela, ainda não sabe se vai disputar neste ano. Segundo ele, a decisão passa pela direção do partido e pelas lideranças vinculadas a ele.

A vereadora Camila Jara (PT) também pondera sobre a possibilidade de disputar para deputada federal, mas ainda dialoga com seu partido. Sandro Benites (Patriota) definirá sobre sua situação até sábado (2), mas ele diz que o 'plano inicial é a pré-candidatura a deputado federal'.

Já o vereador Vargas, que atualmente está no PSD, diz que pretende entrar nas eleições como candidato a deputado estadual ou federal. A decisão ainda não saiu, porque ele pretende deixar o atual partido para ingressar no PL.

Presidente da Câmara de Campo Grande, vereador Carlos Augusto Borges (PSB), conhecido como Carlão, pode apresentar candidatura de deputado federal. A decisão, no entanto, se baseará na formação de um chapa completa

Câmara de Campo Grande: quem não deve disputar às eleições

Entre os nomes que vão focar apenas em seus mandatos, estão Victor Rocha (PP), Valdir Gomes (PSD), que diz “quem sabe sonhar com a candidatura a prefeito”, Marcos Tabosa (PDT), Ayrton Araújo (PT), Clodoilson Pires (Podemos) e Ronilço Guerreiro (Podemos).

Este último disse que focará em seu mandato atual. “Não estou nem na metade do mandato. Primeiro preciso mostrar porque fui eleito e cumprir minhas pautas. Estou feliz com o mandato de vereador e nas possibilidades”.

Líder do prefeito, vereador Beto Avelar (PSD) disse que não disputará mandato neste ano, 'pois tem uma missão muito mais importante que é construir a vitória do Marquinhos Trad para governador de Mato Grosso do Sul'.

"Faço parte desse time que está empenhado no planejamento e na elaboração de propostas para todos os municípios. Vamos ter uma campanha muito forte para o Governo, o Senado e elegeremos uma bancada federal e estadual expressiva”.

Não responderam por enquanto: Willian Maksoud (PTB), Silvio Pitu (PSD), André Luis (Rede), Papy (SD), Gilmar da Cruz (Republicanos), Edu Miranda (Patriota), Delei Pinheiro (PSD) e Ademir Santana (PSDB).

Ademir Santana, no entanto, deixou a cadeira de vereador, uma vez que era suplente do vereador João César Mattogrosso. Este parlamentar volta para a Câmara Municipal e é pré-candidato a deputado estadual.

Veja também

Além da entrega dos condomínios, o evento também seria parte da agenda pública do presidente Jair Bolsonaro, que não confirmou a sua vinda ao MS

Últimas notícias