Após reunião, PT diz que o nome de Gisele Marques é o mais cotado para concorrer ao governo de MS

Ex-governador Zeca do PT desistiu da candidatura e alegou 'motivos pessoais'
| 06/04/2022
- 19:12
PT
Gisele Marques (Foto: Divulgação).

No mesmo dia em que o diretório do PT em anunciou a desistência de Zeca do PT de disputar as eleições para o cargo ao governo do Estado, a sigla se reuniu para definir um nome para substituir o ex-governador no pleito deste ano.

Conforme o presidente estadual do partido, Vladimir Ferreira, o nome mais cotado é o da advogada Gisele Marques, que chegou a disputar a presidência da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil), mas não foi eleita.

"Estamos conversando, estamos decidindo e avaliando os nomes", pontuou Vladimir ao Jornal Midiamax, adiantando que o único nome que foi discutido foi o da advogada.

Estavam presentes na reunião lideranças do partido como o deputado estadual e a vereadora Camila Jara.

Conforme o presidente, o anúncio do novo nome deve ser anunciado até o começo da próxima semana.

Candidatura de Zeca do PT é retirada

O PT de Mato Grosso do Sul divulgou nota, nesta quarta-feira (6), afirmando que o ex-governador de Mato Grosso do Sul, Zeca do PT, retirou a pré-candidatura à sucessão estadual. Segundo o diretório, a liderança alegou motivos pessoais para tanto.

Assinada pelo presidente do PT em MS, Vladimir Ferreira, a nota cita que a executiva se reuniu na terça-feira (5), quando foi informada que o ex-governador, ‘por razões pessoais, está retirando sua pré-candidatura’.

Em nota, mais cedo, o PT pontuou que existe necessidade de a sigla participar das eleições ao Executivo estadual, uma vez que é prioridade fazer palanque no Estado para o ex-presidente Lula [pré-candidato a presidente da República].

Veja também

Normas definidas pelo TSE impedem que candidatos compareçam em inauguração de obras públicas

Últimas notícias