Política

Vereador quer incluir cuidador de idosos e pessoas com deficiência na prioridade da vacina contra Covid

Projeto ainda passará por análise na Câmara Municipal

Mayara Bueno Publicado em 12/04/2021, às 08h30

No Guanandizão, em Campo Grande, posto de vacinação foi montado
No Guanandizão, em Campo Grande, posto de vacinação foi montado - (Foto: Divulgação/PMCG)

Novo projeto de lei na Câmara Municipal de Campo Grande quer incluir cuidadoes de idosos e pessoas com deficiência no grupo de prioridade para vacinação contra a Covid-19. Desde o início da campanha, vereadores e outras entidades pedem a inclusão de categorias e grupos de pessoas - a medida, neste caso, ainda precisa ser avaliada no plenário e sancionada pela prefeitura, para valer.

Segundo o texto, assinado pelo vereador Alírio Vilassanti (PSL), a previsão inclui profissionais desta área com ou sem carteira assinada. A pessoa que se enquadra deverá comprovar a condição de cuidador e o vínculo com o trabalho, por meio de apresentação de carteira de trabalho e previdência social assinada, quando for o caso; declaração do contratante identificando o local de trabalho, atividades desenvolvidas e telefone de contato; autodeclaração pessoal;

"O munícipe que exerce essa importante atividade remunerada, muitas vezes de maneira informal inclusive, tem a função de zelar pela vida e saúde de terceiros inclusos no grupo de risco. E é por esse motivo que merecem especial atenção do poder público no sentido de garantir sua imunização contra o novo coronavírus, de forma que, o direito à vida daqueles que são beneficiários dos seus serviços sejam salvaguardados", traz trecho da justificativa.



Jornal Midiamax