Política

‘Total cinismo com o que está acontecendo’, diz Mandetta sobre Copa América no Brasil

Ex-ministro comparou resposta rápida para torneio com demora para compra de vacinas

Adriel Mattos Publicado em 31/05/2021, às 17h44

None
Foto: Leonardo de França/Jornal Midiamax

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), criticou nesta segunda-feira (31) a realização da Copa América no Brasil. A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) anunciou o País como nova sede após a desistência de Colômbia e Argentina.

Com a iminência de um recrudescimento da pandemia de Covid-19, Mandetta avalia que faltou bom senso. “Brasil é, neste momento, um grande ‘covidário’. Hoje ficamos sabendo que o Brasil vai sediar a ‘Cova América’. Um total cinismo em relação ao que está acontecendo. Inacreditável”, escreveu na rede social Twitter.

O democrata ainda criticou o fato do Governo Federal ter dado resposta rápida para autorizar o evento, enquanto levou meses para assinar contrato para compras de vacinas, como se revelou nas oitivas da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Pandemia, no Senado Federal.

“A ‘Cova América’ chega bem mais rápido que as vacinas e o bom senso. Gol contra a vida. Só o vírus comemora”, escreveu Mandetta em outra publicação. Nem a Conmebol nem a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) divulgaram as datas e as sedes do torneio.

Painel do Conass (Conselho Nacional dos Secretário de Saúde) mostra que o Brasil registrou 860 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas e 30.434 novos casos. No total, o País soma 16.545.554 casos e 462.791 óbitos.

Jornal Midiamax