Política

Se Bolsonaro se filiar ao Patriota, cenário das eleições mudam em MS, diz presidente regional

Lídio Lopes antecipou ainda que conversa com dois deputados estaduais para disputa eleitoral de 2022

Renata Volpe Publicado em 28/07/2021, às 11h54

Deputado e presidente estadual do Patriota, Lídio Lopes
Deputado e presidente estadual do Patriota, Lídio Lopes - Divulgação

A filiação do presidente Jair Bolsonaro ao Patriota, não está descartada. A afirmação é do deputado estadual Lídio Lopes e presidente do partido. Se isso acontecer, o cenário político muda em Mato Grosso do Sul, nas eleições de 2022.

Em entrevista ao Jornal Midiamax, Lídio Lopes afirmou que a filiação de Bolsonaro ainda não foi descartada. “Não está descartado se vem para o Patriota. O Flávio Bolsonaro (senador) veio e permanece e o presidente conversa com outros partidos, mas não está descartado” ,disse.

Se isso se concretizar, muda o cenário da política estadual. “Ele vindo, muda o cenário. A gente espera isso para saber se vamos apoiar algum candidato ou se vamos ter o nosso para governo”, afirmou.

Bolsonaro convidou o senador Ciro Nogueira (PP-PI) para assumir o Ministério da Casa Civil. Por sua vez, o presidente foi convidado para filiação no Progressista para disputar a reeleição do próximo ano. 

Ainda conforme Lídio Lopes, que é candidato à reeleição, o partido conversa com dois deputados estaduais para a disputa eleitoral de 2022. “Estamos com a conversa encaminhada com dois deputados. Podemos ter até 36 nomes na chapa para disputa, mas ela não está 100% fechada”. 

Lopes não revelou os nomes dos parlamentares que podem mudar de partido. “Vamos esperar a janela partidária”.

Jornal Midiamax