Política

Projeto de lei quer levar para escolas de Campo Grande debate sobre crimes virtuais

Autor da medida na Câmara Municipal afirma que estudantes são as principais vítimas

Mayara Bueno Publicado em 20/04/2021, às 08h28

Câmara Municipal de Campo Grande
Câmara Municipal de Campo Grande - (Foto: Arquivo Midiamax)

Projeto de lei na Câmara Municipal de Campo Grande prevê seminários, palestras e divulgação de combate aos crimes de informáticas nas atividades escolares. Segundo o texto, apresentada pelo vereador João Rocha (PSDB), são abrangidos todos os crimes tificados pela legislação pena, mas cometidos em ambiente virtual.

A ideia é que as escolas municipais inseram em suas atividades palestras de prevenção e combate a tais crimes, alertando quanto às modalidades, consequências, comprometimentos psicológicos, familiares e sociais. Devem ser fixados, na entrada de órgãos municipais, materiais informativos sobre crimes de informática.

Na justificativa, o vereador cita que, com a globalização e avanços da tecnologia, aparecem pessoas que se aproveitam do virtual para praticar atos ilícitos, já tipificados como crimes. "Diante disso é necessário que este enfrentamento seja feito nas escolas, com crianças, jovens, além dos respectivos responsáveis, que são as principais vítimas desta onda de crimes".

Jornal Midiamax