Política

Ministro Fux cancela reunião que faria com Bolsonaro e presidente do Congresso

Segundo o presidente do STF, não há condições de dialogar com quem ofende e ataca integrantes da Corte

Felipe Ribeiro Publicado em 05/08/2021, às 18h13

Ministro do STF, Luiz Fux, e o presidente Jair Bolsonaro
Ministro do STF, Luiz Fux, e o presidente Jair Bolsonaro - (Foto: Marcos Corrêa/PR)

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, decidiu nesta quinta-feira (5) cancelar a reunião que faria com os presidentes dos demais poderes. O motivo da desistência de Fux está relacionado a impossibilidade de diálogo com o presidente Jair Bolsonaro, segundo o magistrado.

Fux afirmou que diante da insistência de Bolsonaro em ofender e atacar integrantes da Corte, em especial os ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes, não há condições para a discussão. “O pressuposto do diálogo entre os poderes é o respeito mútuo entre as instituições e seus integrantes”, disse o ministro.

O presidente do Supremo lembrou que, em reunião realizada em julho, alertou o chefe do executivo para os limites do exercício do direito da liberdade de expressão e para o necessário e inegociável respeito entre os poderes, em prol da harmonia institucional do País. Mas, o mandatário insistiu no comportamento.

De acordo com Fux, o ataque a integrantes ao Supremo atinge toda a Corte. Ele disse que a instituição seguirá, de forma coesa, ao lado da população brasileira em defesa do Estado Democrático de Direito e das instituições republicanas.

Jornal Midiamax