Política

Eleição suplementar em Bandeirantes tem quatro candidatos a prefeito

TRE-MS ainda não definiu data para os eleitores voltarem às urnas

Renata Volpe Publicado em 30/08/2021, às 11h37

Prefeitura de Bandeirantes tem quatro candidatos em eleições suplementares
Prefeitura de Bandeirantes tem quatro candidatos em eleições suplementares - Divulgação

As eleições suplementares no município de Bandeirantes têm quatro candidatos a prefeito, incluindo o interino, o vereador Gustavo Sprotte, do DEM. Porém, o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) ainda não definiu a data das eleições.

Álvaro Urt (DEM) foi reeleito em novembro, mesmo com o mandato cassado pela Câmara Municipal. Ele foi alvo da Operação Sucata Preciosa, do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), que investiga emissão de notas fiscais frias no serviço de manutenção da frota de veículos da prefeitura.

Urt moveu processo no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), porém, no último dia 19, por unanimidade, os ministros indeferiram o agravo regimental movido por ele e pela Coligação Avançar é Preciso, Retroceder Jamais, julgando prejudicada a liminar, nos termos do voto do Relator.

Com isso, é preciso a definição da data para as novas eleições. O município está sendo comandado pelo presidente da Câmara Municipal, Gustavo Sprotte (DEM). Além dele, são candidatos à prefeitura: Celso Abrantes (PSD), Zulene Diniz (PSDB) e Marcelo Abdo (MDB).

Abdo ficou em segundo lugar nas eleições municipais, entrou na Justiça pedindo a recontagem dos votos, mas os ministros do TSE não reconheceram os embargos de declaração por ele opostos em decisão no último dia 19.

Zulene tem apoio de Urt, pois, conforme foi informado à reportagem do Jornal Midiamax, o ex-prefeito perdeu o comando do DEM no município. Informações de bastidores revelam que houve uma briga entre o prefeito interino e Urt, por isso, não há apoio entre os correligionários. 

Jornal Midiamax