Política

Com impacto de R$ 5,2 milhões, projeto propõe reajuste de 10% para servidores da Assembleia

Também são previstos reajustes nos auxílios de alimentação e transporte

Dândara Genelhú Publicado em 30/11/2021, às 18h15

O projeto ainda deve ser votado pelos deputados.
O projeto ainda deve ser votado pelos deputados. - Foto: Reprodução.

Nesta terça-feira (30), a Mesa Diretora da Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) protocolou o Projeto de Lei nº 521/2021, que dispõe sobre o reajuste salarial de 10% e de auxílios para os servidores da Assembleia. O impacto financeiro no orçamento é de R$ 5.201.361,60.

A proposta prevê revisão de 10% aos servidores do quadro permanente. Ocupantes de cargos de provimento efetivo e em comissão a partir de 1º de janeiro de 2022 também recebem o reajuste.

Além disso, o projeto prevê o reajuste para aposentados e pensionistas da Alems. O texto assinado pelo presidente da Casa, deputado Paulo Corrêa (PSDB), atualiza os auxílios de alimentação e de transporte para os servidores ativos.

Com a atualização dos valores, o auxílio-alimentação vai para R$ 500. O auxílio-transporte foi atualizado para R$ 300.

Conforme o estudo de impacto na folha de pagamento em 2022, os reajustes significam R$ 3.718.800 pagos em auxílio-alimentação. O auxílio-transporte terá valor total de R$ 1.482.361,60.

Jornal Midiamax