Sem fiscais dos partidos, TRE-MS começa a carregar nome e número dos candidatos nas urnas

Processo de geração de mídias nas 7,1 mil urnas eletrônicas do Estado deve se estender até sábado (31) na sede do TRE-MS.
| 28/10/2020
- 21:20
Sem fiscais dos partidos, TRE-MS começa a carregar nome e número dos candidatos nas urnas
Ilustrativa (Foto: Leonardo de França/Midiamax) - Ilustrativa (Foto: Leonardo de França/Midiamax)

O (Tribunal Regional Eleitoral) começou, na tarde de hoje (28), a carregar as urnas eletrônicas de Mato Grosso do Sul com as informações dos candidatos e eleitores. Apesar de convidados, os fiscais de partidos e coligações não foram até a sede do tribunal, no Parque dos Poderes, para acompanhar o ato.

Somente em Campo Grande são 18.979 mídias. O carregamento gera dados oficiais como o sistema de votação, nome, número e foto dos candidatos, bem como os dados dos eleitores de cada seção. O procedimento só é possível a partir do fim do prazo para registro de candidatos. 

O juiz José Henrique Neiva de Carvalho e Silva, presidente da Comissão de Geração de Mídias do TRE-MS, abriu o primeiro envelope para cadastramento de mídia. O magistrado parabenizou os servidores do tribunal. Pelo menos 15 funcionários trabalham no carregamento dos dados nas urnas.

Sem fiscais dos partidos, TRE-MS começa a carregar nome e número dos candidatos nas urnas
Juiz José Henrique de Carvalho e Silva, presidente da Comissão de Geração de Mídias do TRE-MS (Foto: Leonardo de França/Midiamax)

“As pessoas podem ficar tranquilas em relação a fraudes”, disse Carvalho e Silva. Fiscais dos partidos e coligações têm até sábado (31) para conferir a geração das mídias no TRE-MS, mas, segundo o juiz, o trabalho pode terminar antes. A (Ordem dos Advogados do Brasil) também foi convidada a vistoriar o serviço.

O procedimento é feito em área anexa ao tribunal. Depois de carregadas, as urnas são levadas de volta para a sede.

De acordo com o TRE-MS, 7.101 urnas são preparadas em Mato Grosso do Sul para estas eleições, além de 996 reservas. Somente em Campo Grande serão 1.911 equipamentos eletrônicos, com 67 reservas.

Veja também

Empresa venceu a licitação dos combustíveis aberta pela prefeitura

Últimas notícias