Política

Sem cloroquina, Neno diz que ele e sua mãe já estão recuperados do Covid-19

O deputado estadual Neno Razuk (PTB) e sua mãe, a prefeita de Dourados Délia Razuk (PTB) já  estão recuperados da infecção provocada pelo coronavírus. Os dois, segundo o parlamentar,  estão na fase conclusão do  isolamento domiciliar e devem retomar às atividades normais nos próximos dias. “Minha mãe se recuperou até mais rápido do que eu […]

Marcos Morandi Publicado em 27/07/2020, às 09h06 - Atualizado às 21h09

Parlamentar ficou em isolamento domiciliar. (Foto: Wagner Guimarães).
Parlamentar ficou em isolamento domiciliar. (Foto: Wagner Guimarães). - Parlamentar ficou em isolamento domiciliar. (Foto: Wagner Guimarães).

O deputado estadual Neno Razuk (PTB) e sua mãe, a prefeita de Dourados Délia Razuk (PTB) já  estão recuperados da infecção provocada pelo coronavírus. Os dois, segundo o parlamentar,  estão na fase conclusão do  isolamento domiciliar e devem retomar às atividades normais nos próximos dias.

“Minha mãe se recuperou até mais rápido do que eu e logo deve voltar a despachar o mais breve possível na sede da Prefeitura”, informou o deputado, ressaltando que mesmo com 64 anos, a prefeita demonstrou resistência à doença. “Ela é uma mulher forte”, complementou.

Ele também informou ao Midiamax que além da quarentena, os dois tiveram acompanhamento médico, mas não fizeram uso de nenhum medicamento que faz parte do chamado kit Covid. “Usei novalgina e corticoide para aliviar as dores na cabeça e também no corpo, que foram muitas”, relatando ainda, que sentiu muita tontura.

Já a prefeita Délia Razuk, segundo o parlamentar, segue sob acompanhamento do médico e ex-deputado estadual George Takimoto, que receitou alguns antibióticos que não tem nenhuma ligação com a cloroquina.

“Não sou um defensor do uso desses medicamentos. Ainda não temos nenhuma comprovação sobre sua real influência no resultado final do tratamento”, explicou o parlamentar, ressaltando que a prefeita continua, por enquanto, despachando em sua residência, uma vez que ainda sente dores nas costas, mas que sua situação é estável.

Na avaliação do parlamentar o que realmente faz a diferença na hora da recuperação é o isolamento domiciliar. “Fiquei o tempo todo trancado em meu apartamento e posso dizer, por experiência própria que essa doença não é uma gripe qualquer. É um inimigo invisível extremamente letal”, comentou Neno.

Jornal Midiamax