Política

PF prende 11 eleitores em 4 cidades de MS, a maioria por fotografar a urna na hora do voto

A PF (Polícia Federal) prendeu 11 pessoas durante a votação das eleições 2020 neste domingo (15), em quatro cidades de Mato Grosso do Sul, segundo balanço divulgado. A votação foi encerrada às 17 horas e, agora, o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de MS) começa a divulgar o resultado de todo Estado. Em Campo Grande, no […]

Mayara Bueno Publicado em 15/11/2020, às 18h56 - Atualizado às 23h54

Imagem ilustrativa. (Foto: Reprodução/Agência Brasil).
Imagem ilustrativa. (Foto: Reprodução/Agência Brasil). - Imagem ilustrativa. (Foto: Reprodução/Agência Brasil).

A PF (Polícia Federal) prendeu 11 pessoas durante a votação das eleições 2020 neste domingo (15), em quatro cidades de Mato Grosso do Sul, segundo balanço divulgado. A votação foi encerrada às 17 horas e, agora, o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de MS) começa a divulgar o resultado de todo Estado.

Em Campo Grande, no período da manhã, dois homens foram detidos por desobediência e tumulto e, no segundo caso, por causa de registro de foto de urna, o que é proibido. Outras quatro detenções ocorreram à tarde na Capital, por foto de urna, dois casos, tumulto em local de votação e por votar no lugar de outro eleitor.

Segundo maior cidade, Dourados teve duas prisões. Uma mulher, de manhã, registrou a urna e, à tarde, um homem foi autuado pela mesma infração. Em Três Lagoas, um homem foi preso por propaganda irregular. Dois eleitores, um homem e uma mulher, em Naviraí, foram presos também por fazerem registro fotográfico na hora do voto.

Jornal Midiamax