Política

Apesar da retomada do comércio, Marquinhos descarta suspender toque de recolher

Apesar da retomada do comércio e do transporte coletivo urbano em Campo Grande nesta semana, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) descartou que possa suspender o toque de recolher, vigente na cidade desde o dia 21 de março. Na última segunda-feira (6), a prefeitura publicou decreto estendendo o prazo até 19 de abril, como forma de evitar […]

Danúbia Burema Publicado em 09/04/2020, às 17h29 - Atualizado em 10/04/2020, às 09h20

(Reprodução)
(Reprodução) - (Reprodução)

Apesar da retomada do comércio e do transporte coletivo urbano em Campo Grande nesta semana, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) descartou que possa suspender o toque de recolher, vigente na cidade desde o dia 21 de março. Na última segunda-feira (6), a prefeitura publicou decreto estendendo o prazo até 19 de abril, como forma de evitar a disseminação do novo coronavírus COVID-19.

“A operação toque de recolher vai permanecer, sim”, enfatizou o prefeito, durante transmissão feita em suas redes sociais na tarde desta quinta-feira (9).

Ele lembrou que com a reedição do decreto Decreto n. 14.234, de 3 de abril de 2020, fica proibido por mais 15 dias que a população saia às ruas sem justificativa no horário das 22h às 5h da manhã do dia seguinte. Pelo texto do decreto, o município ordena que o toque de recolher continue ‘para confinamento domiciliar obrigatório em todo território’.

Na transmissão desta tarde, Marquinhos comemorou também a contenção da curva de contaminação na cidade, que registrou somente um novo caso na semana e atualmente conta com 49 pessoas infectadas e nenhuma morte. Confira a íntegra da live:

Posted by Marquinhos Trad on Thursday, April 9, 2020

Jornal Midiamax