Política

Marcelo Álvaro, Ministro do Turismo, é exonerado para tomar posse na Câmara

O Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro, foi exonerado do cargo pelo presidente, Jair Bolsonaro. O decreto com a exoneração de Álvaro foi publicado no Diário Oficial da União, desta quarta-feira (6). Não há justificativas no decreto para a exoneração de Álvaro, e nem a gestão do presidente explicou os motivos para a medida. Em sua […]

Thatiana Melo Publicado em 06/02/2019, às 06h43 - Atualizado às 08h35

Foto: Conexão Política
Foto: Conexão Política - Foto: Conexão Política

O Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro, foi exonerado do cargo pelo presidente, Jair Bolsonaro. O decreto com a exoneração de Álvaro foi publicado no Diário Oficial da União, desta quarta-feira (6).

Não há justificativas no decreto para a exoneração de Álvaro, e nem a gestão do presidente explicou os motivos para a medida. Em sua conta no Twitter, o ex-ministro afirmou, na última segunda-feira (4), que foi “alvo de uma matéria que deturpa os fatos e traz denúncias vazias”.

“Reforço que a distribuição do Fundo Partidário do PSL cumpriu rigorosamente o que determina a lei. Todas as contratações da minha campanha foram aprovadas pela Justiça Eleitoral”, acrescentou.

Ainda em suas redes sociais, Marcelo postou uma aviso: “hoje tomo posse na Câmara dos Deputados e amanhã [quinta-feira] retorno as atividades frente ao Ministério do Turismo”. Informação que foi confirmado ao Jornal Folha de São Paulo, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), ministro da Casa Civil

Marcelo Henrique Teixeira Dias, foi reeleito deputado federal pelo PSL de Minas Gerais no ano passado, com a maior votação do Estado: 230.008 votos.

Jornal Midiamax