Tio Trutis deve assumir diretório do PSL em Campo Grande

O deputado federal Tio Trutis deverá assumir, nos próximos dias, o comando do PSL em Campo Grande. A presidente regional da legenda no Estado, senadora Soraia Thronicke, informou que a situação já está deliberada, mas o anúncio oficial será somente depois de “batido o martelo”. “O Trutis é a pessoa cotada, é a que está […]
| 07/03/2019
- 11:34
Deputado federal
Deputado federal - Deputado federal

O deputado federal Tio Trutis deverá assumir, nos próximos dias, o comando do PSL em Campo Grande. A presidente regional da legenda no Estado, senadora Soraia Thronicke, informou que a situação já está deliberada, mas o anúncio oficial será somente depois de “batido o martelo”.

“O Trutis é a pessoa cotada, é a que está em primeiro lugar no páreo para ser o presidente da municipal”, afirmou Soraia. De acordo com ela, o anúncio das novas composições das executivas municipais, incluindo a Capital, deverá ocorrer em breve, antes de vencido o prazo da executiva provisória, que termina no próximo mês.

Apesar de admitir que já há deliberação em relação ao nome do deputado, a senadora questionou o Jornal Midiamax por antecipar o assunto antes do anúncio oficial. Contudo, levar informação verdadeira antecipando tendência aos leitores representa um dos pilares do jornalismo político.

O deputado federal Tio Trutis admitiu inclusive já estar resolvendo assuntos da executiva municipal de Campo Grande, voltados à organização interna e preparando o partido para 2020.

Democrática

Soraia destacou também que apesar de alinhamento em relação ao nome de Trutis, toda a diretoria irá votar. “Estamos tomando decisões em conjunto com a estadual. Tenho primado bastante pela democracia dentro do partido”, destacou.

Já o atual presidente do diretório provisório do PSL em Campo Grande, deputado estadual Coronel Davi, declarou não estar a par da escolha e disse que quem trata do assunto é a regional. Independente disso, Davi segue firme no PSL. “Comecei bem antes que muitos no partido, não vou sair”, ressaltou. Sobre os planos próximos, o deputado completou que irá “cumprir o mandato”.

Veja também

Últimas notícias