Questionado por correligionários, Bernal diz que PP era inexpressivo antes de sua chegada

O ex-prefeito de Campo Grande Alcides Bernal rebateu integrantes do Partido Progressista que reclamaram de seu comando na direção regional e declarou que antes de sua chegada “o PP era um partido inexpressivo”. A resposta foi dada após lideranças se reunirem nesta manhã, na Assembleia Legislativa, para discutir a situação da legenda no Estado. Segundo […]
| 12/03/2019
- 20:04
Anúncio da saída antecipada chegou a ser publicado por Bernal em suas redes sociais. Foto. Arquivo.
Anúncio da saída antecipada chegou a ser publicado por Bernal em suas redes sociais. Foto. Arquivo. - Anúncio da saída antecipada chegou a ser publicado por Bernal em suas redes sociais. Foto. Arquivo.
Questionado por correligionários, Bernal diz que PP era inexpressivo antes de sua chegada
Ex-prefeito da Capital comanda o Partido Progressista em MS.

O ex-prefeito de Campo Grande rebateu integrantes do Partido Progressista que reclamaram de seu comando na direção regional e declarou que antes de sua chegada “o PP era um partido inexpressivo”. A resposta foi dada após lideranças se reunirem nesta manhã, na Assembleia Legislativa, para discutir a situação da legenda no Estado.

Segundo Bernal, até os mandatos daqueles que reclamaram de seu trabalho na presidência do diretório estadual foram conquistados com sua participação. “São pessoas ilustres, detentores de mandatos conquistados nas urnas pelos seus méritos pessoais, mas também com uma participação do partido e do meu mandato como prefeito”, alfinetou.

Ele disse ainda desconhecer a insatisfação dos quadros do partido, mas arriscou que deve tratar-se de motivos pessoais.

2020
O dirigente afirmou que tem conversado com lideranças na Capital e interior, preparando a legenda para disputar em todos os municípios. “Já visitamos e organizamos chapas e estamos filiando lideranças”, garantiu.

Hoje o PP conta com dois deputados estaduais, três vereadores em Campo Grande e dezenas no interior. “São bons quadros de pré-candidatos municipais”, defendeu. “Não há necessidade de criar briga para tentar me desgastar. Estou pronto e à disposição para receber a todos no escritório do PP ou mesmo no celular”, concluiu o dirigente.

Veja também

Últimas notícias